fbpx

Goleiro Ospina quer vaga pelo 100º jogo na seleção da Colômbia – Lance




Um dos líderes da Colômbia, David Ospina tenta chegar ainda nesta Copa América à marca de 100 jogos por sua seleção, ao mesmo tempo em que lida com um problema particular, a doença de seu pai. Nesta sexta-feira, ele volta à meta para o confronto com o Chile, às 20h, na Arena Corinthians, pelas quartas de final da competição.


Veja mais: No jogo da caxumba e dos penais, o Brasil elimina o Paraguai por 4 X 3







Esta será sua 99ª partida pela seleção principal. Assim, Ospina atingirá a marca de 100 jogos caso a Colômbia, única equipe que venceu todos os jogos até aqui, elimine o atual bicampeão do torneio.


Se chegar até a final, o goleiro de 30 anos de idade será o terceiro com mais jogos pela seleção, igualando-se a Leonel Álvarez, com 101. Mario Yepes (102 jogos) e Carlos Valderrama (111) seriam os únicos à frente na lista, mas também próximos.


Ospina é um dos principais nomes da seleção que tenta se afastar do favoritismo na Copa América. Ele chegaria nesta sexta ao 100º jogo, não tivesse sido um dos poupados na última partida da primeira fase, contra o Paraguai.







Além do descanso que Carlos Queiroz quis dar aos titulares já classificados, o goleiro teve de deixar a delegação para voltar a Medellín (COL).


Veja mais: Vergonha. Grandes áreas interditadas para aquecimento dos goleiros


Isto porque Hernan, seu pai, está em estado grave de saúde. Ele viajou no fim de semana e se reapresentou para iniciar os trabalhos antes das quartas de final. O quadro ainda é delicado. Queiroz deu apoio a Ospina e disse que o caso serve para unir ainda mais a equipe colombiana.







Nos poucos minutos que os jornalistas têm de acesso aos treinos, o ambiente é, de fato, um grande fator para o bom momento da seleção. O aquecimento é sempre marcado por risadas e brincadeiras entre os convocados. É com esta cumplicidade que a Colômbia tentará manter a campanha perfeita e eliminar o atual bicampeão da Copa América.


Veja mais: O desejo de Carille deu certo. Gil está de volta ao Corinthians


– As quartas são finais antecipadas, pela técnica e pela qualidade dos jogadores. São jogos duros sob o ponto de vista emocional, e desta vez há uma diferença de regulamento, com pênalti direto, sem prorrogação. Todos sabem da responsabilidade que terão. O mais importante é que os jogadores se concentrem e estejam focados em jogar um grande jogo – avisou Queiroz.


Curta a página do R7 Esportes no Facebook


Veja melhores imagens da vitória do Brasil sobre Paraguai nos pênaltis







Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!