fbpx

Governo decide adiar anúncio de megapacote de medidas econômicas e sociais

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes (foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

SÃO PAULO – O governo Jair Bolsonaro decidiu adiar o anúncio do megapacote de medidas nas áreas social e econômica, inicialmente previsto para terça-feira (25). Indefinições em alguns pontos dos programas a serem anunciados pelos ministros foram apontados como motivos para o cancelamento da agenda.

Chamado de “Big Bang”, o evento tinha na programação o anúncio do novo formato do programa Pró-Brasil, com a criação do Renda Brasil – que substituirá o Bolsa Família a partir da incorporação de outros programas sociais; da chamada Carteira Verde-Amarela, com medidas para geração de empregos; novos marcos legais; e ações de cortes de despesas. A ideia do governo é manter o anúncio para esta semana.

Os principais impasses envolvem o valor do benefício do Renda Brasil e dúvidas sobre o encaminhamento de uma proposta de reforma administrativa – prometida pelo governo federal desde o ano passado. Também havia divergências em relação às obras contempladas pela carteira de investimentos que será anunciada.

De todo o pacote em preparação, apenas o Casa Verde-Amarela teve anúncio mantido para amanhã. O programa, comandado pelo ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) visa reformular o Minha Casa Minha Vida, que, assim como o Bolsa Família, foi uma das marcas dos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Alguns dos pontos na lista são considerados polêmicos e exigirão elevada capacidade de articulação política do governo nas duas casas legislativas, em um momento de relações mais tensas com os senadores, após a derrubada de veto presidencial e declarações agressivas de Paulo Guedes.

Assessores de Bolsonaro têm defendido que o presidente apresente as medidas do novo Pró-Brasil a líderes partidários da nova base aliada, em um aceno aos parceiros no parlamento.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!