fbpx

Governo dos Estados Unidos vai ampliar orientação de “não viajar” para mais de 80% de países do mundo

SÃO PAULO — Os Estados Unidos vão atualizar suas recomendações de viagem mais uma vez durante a pandemia de Covid-19, colocando mais de cem países numa lista restrita de “não viaje”. Segundo o Departamento do Estado, equivalente ao ministério de relações exteriores, a lista com a recomendação mais pesada de restrição de viagem engloba mais de 80% dos países do mundo.

O Brasil já estava entre os 34 países com recomendação de não viajar antes da atualização, assim como Argentina e Rússia. As orientações do governo americano separam países em 4 categorias: precauções normais (1), exerça cautela (2), reconsidere viajar (3) e não viaje (4).

A atualização ocorre para igualar as recomendações oficiais do governo com as do Centro de Controle de Doenças (CDC), agência de saúde dos Estados Unidos. Até esta semana, tanto o Departamento do Estado quanto o CDC tinham sua própria lista de recomendações.

“Enquanto viajantes enfrentam riscos contínuos por conta da pandemia de Covid-19, o Departamento do Estado vai começar a atualizar suas recomendações de viagem esta semana para melhor refletir as recomendações baseadas em ciência do CDC, que englobam as atuais questões de saúde que podem afetar viajantes”, disse o Departamento do Estado em nota. “Nossas recomendações vão levar em conta fatores logísticos, incluindo disponibilidade de testes dentro dos países e restrições de viagem para cidadãos norte-americanos.”

Países europeus, como Reino Unido e França, além de latino-americanos como Uruguai, estão entre as nações que serão movidos do nível 3 (Reconsidere Viajar) para o nível 4 (Não Viaje). A lista atualizada deve sair ainda esta semana.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais