fbpx

Governo dos EUA quer que Zuckerberg testemunhe sobre libra até janeiro

A vice-presidente de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, concordou provisoriamente em testemunhar perante um comitê da Câmara dos Deputados dos EUA em 29 de outubro sobre o plano da empresa para criar uma moeda digital, mas o comitê não agendará a audiência até o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, se comprometer a comparecer até janeiro, disse uma fonte do Congresso na quinta-feira.

19/09/2019 REUTERS/Joshua Roberts/File Photo

Foto: Reuters

O Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados, que está buscando o depoimento de executivos do Facebook, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Os planos do comitê foram revelados pela primeira vez no site de notícias The Information.

O Facebook surpreendeu reguladores e legisladores em junho com o anúncio de que esperava lançar uma moeda digital chamada libra em 2020.

Os parlamentares e agências reguladoras financeiras nacionais e estrangeiras estão preocupados com o efeito no sistema financeiro global provacado pela ampla adoção da libra pelos 2,38 bilhões de usuários da rede social.

“Os planos do Facebook levantam sérias preocupações sobre privacidade, comércio, segurança nacional e política monetária, não apenas para mais de 2 bilhões de usuários que terão acesso imediato a esses produtos, mas também para consumidores, investidores e a economia global”, disse a presidente do comitê, Maxine Waters, em uma audiência sobre a libra em julho.

Waters pediu ao Facebook para interromper a implementação da criptomoeda até que os reguladores e o Congresso possam aprovar uma estrutura legal.

Reuters
Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – TECNOLOGIA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!