Habilidades de oratória para profissionais de altos cargos

Olá, Speaker! Tudo bem com você?

Ocupar altos cargos dentro de uma empresa ou mesmo em organizações públicas demanda uma série de habilidades, tanto relacionadas diretamente à área de atuação do profissional quanto aquelas ligadas à inteligência emocional.

Saber se comunicar bem e conseguir dialogar com pessoas de diferentes perfis é uma dessas competências associadas à inteligência emocional e que, atualmente, tem um peso enorme para o crescimento e a valorização do profissional dentro de uma empresa – e fora dela.

Diretores (CEOs) de grandes organizações, por exemplo, precisam ter uma boa oratória, já que, a partir deles, se dá a eficácia ou a ineficácia da comunicação interna, que movimenta toda a máquina corporativa, possibilitando que diversos setores dialoguem entre si e trabalhem em sintonia, gerando bons resultados.

Na nossa conversa de hoje, vou falar um pouco mais sobre técnicas e habilidades de oratória para profissionais que ocupam altos cargos. Confira!

– Dar feedbacks

Sem dúvida nenhuma, quando pensamos nas principais habilidades que devem ser desenvolvidas e aprimoradas por profissionais que ocupam altos cargos, dar feedbacks é um deles.

Os feedbacks para liderados são, na prática, uma ferramenta importante para lapidar o funcionamento de um setor através da atuação individual dos seus componentes. Ainda assim, especialmente se o feedback for negativo, fazer isso é um desafio para muitos diretores e/ou gestores.

Um dos grandes reptos nesses momentos é lograr que eles sejam, de fato, úteis para o profissional que recebe o feedback e que o que for dito não ultrapasse os limites entre o lado profissional e pessoal.

Uma comunicação clara, que não permita interpretações equivocadas e mal-entendidos, se faz essencial em momentos como esses. Por isso mesmo, aos diretores, é indicado praticar essa competência para que os feedbacks sejam assertivos e não prejudiquem a relação profissional com seus liderados.

– Saber transformar o complexo em simples

Uma das grandes habilidades dos bons oradores é transformar assuntos complexos em simples quando dialogar com pessoas de áreas diferentes ou iniciantes.

Se bem é verdade que os profissionais de altos cargos convivem a maior parte do tempo com outros profissionais de mesma bagagem e formação, em alguns momentos (e momentos-chave), terão que dialogar com quem não tem a mesma experiência. Nessas horas, manter uma fala interessante e simples será um desafio.

Livrar-se de tecnicismos excessivos e adotar uma linguagem acessível (ainda que formal) são algumas das técnicas importantes nesses contextos. Para aprimorá-las, uma preparação prévia, bem como a prática constante, é essencial.

– Dirigir reuniões

Para muitos profissionais, reuniões de trabalho são verdadeiros pesadelos. Os motivos? Quando há falhas na comunicação interna de uma empresa, encontros de trabalho costumam ser muito improdutivos, de modo que debates longos sobre temas simples acabam se tornando sinônimos de gastos de tempo e energia.

Dirigir reuniões é, portanto, outra competência requisitada para diretores e profissionais de altos cargos. Desde o momento de criar uma pauta para a reunião, passando pela definição de metas e seleção de quais profissionais devem estar presentes, os cuidados para garantir um encontro de trabalho produtivo são de responsabilidade desses profissionais.

De forma similar, como quem dirige as reuniões, é imprescindível que os diretores tenham uma fala clara, objetiva e curta.

– Fazer boas apresentações

Fazer apresentações em público (seja em português ou em outro idioma) também está na lista de habilidades necessárias aos profissionais de altos cargos.

Esse item é de extrema importância, mas, infelizmente, no nosso país, mesmo profissionais com currículos impressionantes muitas vezes não foram orientados e treinados ao que tange à comunicação e à capacidade de falar em público.

Fazer apresentações em público tem sido uma competência muito requisitada no mercado. Como eu costumo dizer, hoje, ser bom em algo não é suficiente: também é preciso saber falar sobre os bons resultados alcançados, tanto individualmente quanto representando uma marca.

Assim sendo, as apresentações em público fazem parte do dia a dia da maioria dos profissionais que atuam no mundo corporativo, com destaque para os de altos cargos. É preciso, portanto, estar preparados para isso.

 

Um treinamento em oratória direcionado para CEOs é a forma mais eficaz de trabalhar essas e outras habilidades que fazem parte do cotidiano de quem ocupa altos cargos, levando em conta todas as especificidades da rotina e das demandas desses profissionais.

Dúvidas? Fale com a gente e conheça nosso treinamento em oratória para CEOs! 

 

Fonte:

The Speaker

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: