fbpx

Harvey Weinstein ainda não será julgado em Los Angeles


Harvey Weinstein foi condenado pelos crimes sexuais que cometeu a 23 anos de prisão em Nova York, mas o ex-produtor de Hollywood também tem assuntos pendentes relacionados a delitos sexuais em Los Angeles.


Devido à quarentena pelo surto de coronavírus, Weinstein ainda não será extraditado à Califórnia para também receber sua sentença.


Enquanto Harvey se recupera do coronavírus, apesar de sua suposta grande quantidade de problemas de saúde, o sistema judicial de Los Angeles não trabalhou com rapidez. No dia 11 de março, o gabinete do procurador do distrito de Los Angeles disse que começou o processo de extradição para tirar Harvey de sua cela na Wende Correctional, no norte de Nova York, e levá-lo para Los Angeles para enfrentar novamente à justiça.


Greg Risling, um porta-voz do gabinete do procurador do distrito de Los Angeles disse à coluna PageSix, do jornal New York Post:


“O vírus atrasou o processamento da documentação para a extradição. Não há uma estimativa de tempo sobre quando ele aparecerá em um tribunal de Los Angeles”, justifica.


Harvey foi acusado em Los Angeles de dois casos de agressão sexual moderada, estupro e relação oral forçada. As queixas vieram de três mulheres: uma modelo italiana que alegou que ele a atacou em fevereiro de 2013, Lauren Yong, que diz ter sido atacada um dia depois da modelo, e uma mulher que alega ter sido atacada em maio de 2010.


Os advogados de Harvey também estão trabalhando em uma apelação por sua condenação em Nova York. Por causa de seus problemas de saúde querem que ele tenha prisão domiciliar.


Veja famosos internacionais que contraíram o coronavírus

Harvey Weinstein está isolado na prisão por coronavírus

Vítimas de Harvey Weinstein celebram primeira vitória


Positivo para a COVID-19


Em março passado as autoridades do presídio de Wende, perto de Buffalo, onde o ex-produtor cumpre condena, confirmou que ele contraiu coronavírus, e por isso Weinstein ficou em isolamento.


Uma fonte disse ao jornal New York Post que o produtor estava doente na prisão, mas funcionários do Departamento policial ainda não confirmaram a história, ao invés disso, revelaram apenas que ‘dois detentos em Wende’ haviam testado positivo para a COVID-19.


Weinstein completou 68 anos atrás das grades dia 19 de março, depois de ser transportado para a prisão de segurança máxima, após uma passagem pelo Hospital Bellevue de Nova York e pela unidade médica da prisão de Rikers Island, também em Nova York, com problemas cardíacos.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.7”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!