fbpx

Henri Castelli mostra tratamento na boca após briga


Ainda se recuperando da cirurgia que fez na mandíbula, resultado de uma briga na qual se envolveu no final do ano passado, em Alagoas, Henri Castelli usou seus stories no Instagram para mostrar um pouco do tratamento. Na cadeira de sua dentista, ele compartilhou registros. 


“Juntos na recuperação. Se Deus quiser, chegaremos lá. Não está fácil, mas Deus é maior e vamos vencer sem sequelas”, escreveu. 


No início deste mês, o protagonista de Flor do Caribe, novela que está sendo reprisada na Globo na faixa das 19h, revelou a sua versão da briga. Ele contou que foi agredido na madrugada do dia 29 para o dia 30 de dezembro. O artista garante que não teve possibilidade de defesa. 


Verdade e consequência


 


Num primeiro momento, Henri disse que tinha sofrido um pequeno acidente na academia e, por esse motivo, estava com o maxilar quebrado. Mas depois deu a verdadeira versão. 


“Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia”, disse. 


Na briga, o loiro teve o maxilar quebrado e, mesmo após tratamento, poderá ter sequelas. 


“Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender. Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento”, disse. 


“Os vídeos serão juntados ao processo. O médico e sua equipe optaram por amarrar a minha boca com um fio de aço para que eu fizesse a cirurgia em São Paulo e pudesse cumprir meus compromissos de trabalho”. 


Versão dos envolvidos


 


De acordo com Lucas Doria, advogado dos empresários Guilherme Aciolly e Bernardo Malta, dois dos envolvidos na briga, afirma que Henri teria se dirigido a Bernardo para reclamar que a festa que ele cedeu os convites não estava legal. Eles, ainda conforme o advogado, teriam discutido. 


“Foi aí que Henri Castelli deu um soco que atingiu Guilherme, que só revidou. Henri tentou agredir Bernardo, o soco pegou no amigo Guilherme, que estava com ele no local. Esse amigo reagiu, de forma instintiva, recebeu um soco e deu outro logo em sequência”.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.7”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais