fbpx

Herdeiro da OAS morre duas semanas após sofrer infarto durante audiência da Operação Lava-Jato

SÃO PAULO – O herdeiro da OAS Cesar Mata Pires Filho morreu nesta quinta (25), pouco mais de duas semanas após ter sofrido um infarto durante depoimento em audiência da Operação Lava-Jato, na 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

Ele completaria 41 anos em setembro e estava internado desde o último dia 8. 

Pires Filho era investigado por corrupção na construção de um prédio da Petrobras em Salvador.

Ele estava respondendo a perguntas do juiz Luiz Antonio Bonat quando começou a passar mal e bateu com a cabeça em uma mesa. Depois disso, ele foi socorrido, hospitalizado e passou por um procedimento cirúrgico, sendo transferido para São Paulo, onde permaneceu internado e acabou falecendo. 

O empresário chegou a ser preso em 2018 e foi solto após o pagamento de uma fiança no valor de R$ 28,9 milhões. 

Ele era filho de César Mata Pires, fundador do grupo OAS e que morreu em 2017, sendo vítima de infarto durante uma caminhada em São Paulo.

Receba com exclusividade todas as edições do Barômetro do Poder e fique por dentro do que os maiores especialistas da política estão esperando para o futuro do país. É grátis!

Fonte: INFOMONEY

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!