Homem enche Amazon Drive com 1,8 petabytes de pornografia como teste

Um usuário do Reddit, conhecido como “beaston02”, tinha como meta descobrir se o “armazenamento ilimitado” do Amazon Drive realmente era ilimitado. Para isso, alimentou a nuvem do serviço com vídeos pornográficos durante meses e, enfim, teve sua descoberta: 1,8 petabytes como limite, o que significa cerca de 2 milhões de gigabytes.

Foram cerca de seis meses de trabalho para encher a nuvem

Como demonstrado pelo usuário, ele conseguiu enviar para o armazenamento 10,6 TB de fotos, 3,9 TB de arquivos e 1.011 TB de vídeos. Tudo, simplesmente tudo, era pornografia.

O usuário do Reddit criou um script para gravar transmissões ao vivo de webcams públicas em sites pornôs. Enquanto o material era gravado, ao mesmo, era enviado para o armazenamento do Amazon Drive. Foram cerca de seis meses de trabalho para encher a nuvem.

“Beaston02” ainda afirmou que, se reproduzidos de forma contínua, os vídeos representariam até 293 anos em transmissão direta, na qualidade máxima de 720p. A ideia virou projeto: o ‘Petabyte Porn Project’ agora conta com Github e scripts de vídeo e armazenamento para “espalhar a palavra”.

Armazenamento

Foto: TecMundo

TecMundo

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – TECNOLOGIA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: