Homens procuram plásticas para se livrar da famosa ‘barriga de papai’ – R7 Meu Estilo

Lipoaspiração no peito, abdômen e flancos estão entre as intervenções mais procuradas por rapazes que querem ter uma silhueta esguia

‘Barriga de papai’ já era! Homens procuram plástica para ter novo corpo




O corpinho de papai, com aquela pancinha que denuncia o sedentarismo, está fora de moda. Em Nova York, os homens estão fazendo cirurgias plásticas com o objetivo de ter uma boa aparência, seja para o trabalho ou para a praia. 


Os procedimentos, segundo a Fox News, incluem lipoaspiração no peito, abdômen e flancos (laterais e costas).  Segundo Alan Matarasso, presidente da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, “por volta dos 35 anos, a distribuição de gordura em ambos os sexos muda, mesmo que o peso continue o mesmo”.


Nos homens, a gordura costuma se instalar na circunferência abdominal, seja por sedentarismo ou aumento do consumo de bebidas. Thor, o herói do unverso Marvel, que o diga. Quem viu o deus do trovão em Vingadores Ultimato quase não o reconheceu. O ator Chris Hemsworth, intérprete de Thor, defendeu a mudança corporal do personagem. Mas, na vida real, os rapazes estão seguindo o caminho oposto. 


A Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos relata que mais de 1,3 milhão de procedimentos cosméticos foram realizados em homens em 2018, um aumento de 29% desde 2000.


Em 2018, de acordo com o relatório, os procedimentos mais populares para homens eram toxinas e preenchimentos, definição peitoral, lipoaspiração, abdominoplastia, trabalhos no nariz e cirurgia de pálpebras.







“Depois de ter filhos, sua vida muda”, explica Matarasso. “Você costumava jogar basquete todos os domingos e queimar 1.000 calorias. Agora você está no zoológico do Central Park no domingo. Sem esses domingos de basquete, você poderia ganhar um quilo por mês e fica cada vez mais difícil perdê-lo mais tarde na vida”, analisa o médico.


Poder voltar a tirar a camiseta é um dos prazeres da vida sem a barriga, de acordo com relatos do médico. “Eles me dizem que sentem como se tivessem um copo B”.  A maioria não pretende economizar para conquistar um corpinho esguio. “Quero envelhecer graciosamente gastando US $ 30 mil por ano em tratamentos estéticos”, confessou John Russell, que entrou na faca e ficou felizão com o resultado.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: