fbpx

Honda faz minivan com proteção contra coronavírus

O poder público de Detroit, EUA, chamou a Honda para ajudar na luta contra o coronavírus. A marca adaptou minivans para evitar contaminação entre motoristas e passageiros. Os modelos Honda Odyssey tiveram a cabine frontal pressurizada para reduzir significativamente a possibilidade de exposição a possíveis patógenos.

Uma operação semelhante da Honda no Japão inspirou as ações nos EUA. Ontem (5/5), a marca entregou dez minivans Odyssey na cidade de Detroit. Elas foram especialmente equipadas para transportar pessoas potencialmente infectadas pela coronavírus, bem como profissionais da saúde.

Para proteger motorista e passageiros (porque o motorista pode ter se infectado sem saber) de uma possível infecção por gotículas durante o transporte, as minivans Honda Odyssey foram adaptadas com uma barreira plástica. Ela foi instalada atrás da área dos assentos dianteiros. Há também modificações no sistema de ventilação para manter um diferencial de pressão de ar entre as áreas de assentos dianteira e traseira.

A iniciativa partiu dos funcionários do estado de Michigan e da cidade de Detroit. Eles souberam da ação no Japão e entraram em contato com Honda nos EUA. Uma equipe de voluntários no centro de P&D da Honda em Ohio, concebeu e projetou um método para modificar a Odyssey no centro de desenvolvimento da marca em Raymond, Ohio, onde foi originalmente desenvolvida. Foram duas semanas de trabalho.

COMO É A BARREIRA CONTRA CORONAVÍRUS

Os engenheiros instalaram um painel de policarbonato transparente entre o compartimento dos bancos dianteiro e a área de assento traseira. A minivan tem duas filas, com 3+3 assentos. Foram removidas as alças da coluna B, atrás da primeira fila, e substituídas por novos suportes para fixar o painel transparente. Um segundo suporte foi fabricado e fixado no ponto de ancoragem do cinto de segurança dianteiro. 

A NOVA EDIÇÃO DA REVISTA MOTOR SHOW, COM A COMPRA DO ANO 2020,
ESTÁ DISPONÍVEL GRATUITAMENTE EM NOSSO SITE. CLIQUE AQUI PARA LER

Além de instalar a barreira de policarbonato, o sistema de ventilação do Odyssey contra coronavírus foi ajustado para manter uma pressão mais alta na parte dianteira. Desse modo, estabelece um diferencial de pressão de ar projetado entre as áreas dianteira e traseira. Isso reduz o potencial de gotículas migração de infecção durante o transporte.

O software foi programado para garantir que o diferencial de pressão de ar siga as diretrizes  do CDC (Centro de Controle de Doenças americano) para instalações médicas e de pesquisa. Ele aciona o motor do ventilador que leva ar à área de assento dianteiro mais rapidamente do que os da área traseira. O diferencial de pressão de ar resultante cria uma câmara de pressão mais negativa na área de assento traseira. O ar do compartimento traseiro sendo eliminado pelas aberturas na parte traseira do veículo.


Fonte: Motorshow

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!