fbpx

Hulk marca duas vezes e Atlético-MG vence o Corinthians de virada – Esportes


O Atlético-MG, de virada, bateu o Corinthians por 2 a 1, na Neo Química Arena, pela 12ª rodada do Brasileirão-2021, neste sábado. Com dois golaços de Hulk no segundo tempo, o time mineiro conquistou uma vitória importante para colar no líder Palmeiras.


Por outro lado, os paulistas, que saíram na frente na primeira etapa com Gustavo Mosquito, ficam estagnados na tabela.


Em 1º tempo truncado, Cantillo e Mosquito desatam o nó


Como já era esperado, ambas as equipes vieram com posturas bem características para os primeiros momentos da primeira etapa. O Timão, com meio-campo reforçado, priorizou a marcação e aguardou o erro do adversário, enquanto o Galo trocou passes para tentar furar a retranca alheia. Esse embate de ideias acabou deixando o jogo bastante trucando sem muitas alternativas.



Tanto o mandante quanto o visitante tiveram dificuldade para finalizar. Até os 35 minutos as equipes tinham chutado uma vez para o gol cada um. Até que foi preciso uma intervenção contundente no duelo, que veio com Cantillo, que apertou a marcação em Nathan no meio, roubou a bola e lançou Mosquito, que driblou Alonso, cortou para o pé esquerdo e finalizou para abrir o placar.


O gol corintiano despertou o Atlético-MG, que aumentou o volume de ataque na reta final do primeiro tempo. Depois dos 37 minutos, quando Mosquito marcou, só deu a equipe mineira, que conseguiu uma boa chance aos 47, aproveitando erro na saída do Timão. Hulk recebeu na entrada da área e tocou para Nathan, que finalizou com perigo para fora, deixando o 1 a 0 no placar.


Galo volta melhor e Hulk decide com dois gols


Na volta do intervalo, Cuca tirou Nathan e colocou Eduardo Sasha, deixando o Galo mais ofensivo e a mudança deu certo. Com Hulk e Mariano pelo lado direito, a equipe chegou duas vezes: uma a bola passou sem ninguém completar na área, já na outra Zaracho desviou e Cassio fez uma defesaça, assim como logo em seguida, em finalização de Sasha, após escanteio.


A pressão dos mineiros era enorme e o empate não demorou a sair. Aos 18 minutos, Hulk marcou um golaço cobrando falta, no ângulo, impossível para Cássio pegar dessa vez. Sem conseguir jogar, Sylvinho colocou Vitinho e Marquinhos nos lugares de Mateus Vital e Gustavo Mosquito, mas os visitantes continuavam muito superiores, como muita intensidade e controle do jogo.



Em um raro lance de ataque, Vitinho cobrou falta e o rebote caiu para Marquinhos, que perdeu grande chance para o Timão.


Em seguida, aos 35 minutos, foi a vez de Jô perder duas inacreditáveis chances de gol no mesmo lance. Uma parou em Everson, a outra no pé da trave. E quem não faz… toma! Aos 40 minutos, após tabelar com Dylan Borrero, que tinha acabado de entrar, Hulk arrumou um belo chute cruzado para virar o placar na Neo Química Arena. Somente aí Sylvinho mexeu no time, no entanto já era tarde demais para tentar alguma coisa e a virada atleticana foi confirmada.


E agora?


Com o resultado, o Corinthians fica com 14 pontos na tabela e permanece na 12ª posição, já o Atlético-MG vai a 25 e vai para a segunda colocação. Agora, o Timão volta a campo na segunda-feira, dia 26 de julho, para enfrentar o Cuiabá, fora de casa, pelo Brasileirão-2021. Enquanto o Galo recebe o Boca Juniors, nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.


FICHA TÉCNICA


CORINTHIANS 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Local:
Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data-Hora: 17/7/2021 – 19h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Junior Alonso e Dodô (AMG)
Cartões vermelhos: Fulano, aos 00’/0ºT (COR) (AMG)
Gols: Gustavo Mosquito (37’/1ºT) (1-0), Hulk (18’/2ºT) (1-1), Hulk (40’/2ºT) (1-2)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo (Luan, aos 42’/2º), Gabriel e Roni (Araos, aos 42’/2ºT); Gustavo Mosquito (Marquinhos, aos 27’/2º), Mateus Vital (Vitinho, aos 20’/2ºT) e Jô. Técnico: Sylvinho.

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Nahan Silva, Junior Alonso e Dodô; Allan (Dylan Borrero, aos 38’/2ºT), Jair (Tchê Tchê, aos 17’/2ºT), Nathan (Eduardo Sasha, no intervalo) e Zaracho (Alan Franco, aos 38’/2ºT); Hyoran (Calebe, aos 10’/2ºT) e Hulk. Técnico: Cuca.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais