Indústria siderúrgica brasileira reduz projeções para 2018

Segundo dados do Instituto Aço Brasil, projeção para produção brasileira de aço bruto passou de crescimento de 8,6 por cento para alta de 4,3 por cento

Por
Alberto Alerigi Jr., da Reuters

access_time

25 jul 2018, 15h11

São Paulo – Os produtores de aço do Brasil reduziram nesta quarta-feira projeções para produção e vendas no mercado interno este ano, em efeito gerado pela greve dos caminhoneiros no final de maio e de uma recuperação da atividade econômica abaixo do esperado.

Segundo dados do Instituto Aço Brasil (IABr), que representa o setor, a projeção para a produção brasileira de aço bruto este ano passou de crescimento de 8,6 por cento para alta de 4,3 por cento, a 35,84 milhões de toneladas.

A projeção de crescimento das vendas no mercado interno foi reduzida de 6,6 por cento para 5 por cento, a 17,74 milhões de toneladas.

As projeções foram revisadas “diante da não retomada do crescimento econômico como esperado”, afirmou a entidade a jornalistas, citando ainda que a greve dos caminhoneiros “contaminou parte do crescimento da indústria de aço em 2018”.

(Edição Raquel Stenzel)

http://platform.twitter.com/widgets.js(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/en_US/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: