Inglaterra e Nova Zelândia largam vencendo na Super Series Feminina

Foto: World Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – Nessa sexta, foi dada a largada para a World Rugby Women’s Super Series, nova competição de XV feminino reunindo as cinco melhores seleções do mundo. O torneio está rolando em San Diego, nos EUA, com Inglaterra e Nova Zelândia derrotando EUA e Canadá, respectivamente, na rodada inaugural. A França folgou na abertura.

 

Inglaterra vence anfitriãs na estreia

O primeiro duelo em Chula Vista foi duro para o time da casa. As Eagles foram dominadas pela poderosa Inglaterra, que triunfou por 38 x 05, após um primeiro tempo impositivo de 26 x 05.

– Continua depois da publicidade –

Jogo de 6 tries para as Red Roses, que começaram na frente com try de Kelly Smith, em jogada iniciada com chute cruzado de Amber Reed. Alev Kelter, destaque do sevens, respondeu imediatamente com try para as americanas, mas as inglesas tomaram o controle do jogo e cruzaram o in-goal com Claudia Macdonald, Emilly Scarratt e Heather Kerr. No segundo tempo, Cleall recebeu amarelo deixando as Red Roses com uma a menos, mas as Eagles não capitalizaram e ainda sofreram try capital de Heather Kerr. E Natasha Hunt ainda fez mais um try, quando os EUA já não sonhavam mais com a virada.

Na terça, os EUA duelarão com a Nova Zelândia e a Inglaterra terá sua folga.

 

Nova Zelândia soberana sobre o Canadá

No outro duelo, o jogo esquentou entre Canadá e Nova Zelândia, com as Canucks levando trabalho às Black Ferns. Mas as canadenses seguiram sem vitórias sobre as Black Ferns, perdendo por 35 x 20.

Sempre poderoso, o pack neozelandês falou mais alto no começo do jogo e Blackwell marcou o primeiro try. Mas o Canadá respondeu rápido em joga de velocidade finalizada por Alarie. Logo, a Nova Zelândia deu o troco na mesma moeda com a linha de passes encontrando a veterana Hohepa para o try que abria 14 x 07. Depois disso, 2 penais para cada lado, com o jogo esquentando no breakdown, indo à pausa em 20 x 13 para as Black Ferns.

Depois do intervalo, Alley marcou try crucial para as Black Ferns, mas De Goede no pick and go manteve o Canadá no páreo com o segundo try vermelho. Porém, o jogo de contato das neozelandesas falou mais alto no fim, com Leti-l’iga ganhando na potência o try decisivo e Cocksedge chutando um último penal para fechar o placar.

O Canadá encarará a França na terça e as Black Ferns pegarão os EUA.

Women’s Super Series – em San Diego, EUA

38versus copiar05

Inglaterra 38 x 05 Estados Unidos

Árbitro: Joy Neville (Irlanda)

 

20versus copiar35

Canadá 20 x 35 Nova Zelândia

Árbitro: Sara Cox (Inglaterra)

 

Demais rodadas

02/07 – França x Canadá

02/07 – Nova Zelândia x Estados Unidos

 

06/07 – França x Nova Zelândia

06/07 – Canadá x Inglaterra

 

10/07 – França x Inglaterra

10/07 – Estados Unidos x Canadá

 

14/07 – França x Estados Unidos

14/07 – Nova Zelândia x Inglaterra

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: