fbpx

Inscrições, Edital, Vagas e Apostilas

O novo Concurso da ABIN ainda não tem data

Trabalhar na Agência Brasileira de Inteligência é o sonho para muitos. O próximo concurso da ABIN, no entanto, ainda não tem previsão de acontecer.

Na verdade, o ano de 2020 deve ser um pouco ingrato com os concurseiros que aguardam uma vaga. No entanto, pode até ser bom para quem já está em lista de espera.

E é sobre o que isso significa e como ir se preparando que vamos falar a seguir. Confira!

Entenda a situação atual dos concursos

A pandemia de coronavírus não afetou apenas a rotina. Seja para o concurso da ABIN ou para outros, houve uma mudança significativa também para esses processos. Infelizmente, isso significa que o ano de 2020 não deve ter nenhum tipo de prova.

Por outro lado, isso representa uma chance a mais de estudar. Como já se sabe que os próximos meses são de preparação, isso significa uma oportunidade a mais de boa colocação no futuro.

O que acontece é que desde o começo das infecções por covid-19 foram suspensas as aglomerações. E mais, para a realização de concursos, houve uma determinação para que não aconteçam inclusive no ano de 2021. Veja o decreto:

  • rt. 8º … a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios … ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de:
  • IV – admitir ou contratar pessoal, a qualquer título, RESSALVADAS aquelas decorrentes de vacâncias de cargos efetivos…”

Percebe como ali está escrito “ressalvadas”? Isso quer dizer que embora tenham sido suspensos, os concursos não estão proibidos como muita gente entendeu. Na verdade, as instituições estão restringidas apenas de contratar mais funcionários. Entretanto, é possível fazer processos para reposição de vagas.

Na prática, isso quer dizer que o concurso da ABIN não poderia selecionar novos 500 agentes. Entretanto, se tiver defasagem de 200 aposentados, tem total liberdade para contratação e concurso.

É por isso que é essencial já contar com uma rotina de estudos. Apesar da atual situação, é possível que um novo edital seja aberto nos próximos meses. E como se trata de uma prova muito concorrida, quem estiver bem preparado vai sair na frente.

Veja o que aconteceu com o concurso da ABIN

abin
Agência tem déficit de profissionais

Por enquanto, ainda é cedo para saber quando será o próximo concurso da ABIN. No entanto, o último certame passou por uma importante atualização ao longo da pandemia.

Por intermédio do Diretor de Gestão de Pessoal da Agência Brasileira de Inteligência, Valdir Miguel Soares, foi feito um anúncio de suspensão do prazo da prova realizada em 2018. O comunicado aconteceu no dia 3 de julho e tem duração até 31 de dezembro. É apenas ao final do ano que será encerrado o período de calamidade estabelecido pelo governo.

Convém lembrar que antes disso, o Ministério da Economia chegou a autorizar a nomeação de quase 300 pessoas. Os aprovados foram chamados para as vagas de agente de inteligência e oficial técnico. Além disso, foram nomeados também outros 214 aprovados no Curso de formação do concurso.

Mas apesar das contratações até a suspensão, já se sabe que a instituição vive um período de grande déficit interno. Calcula-se que o quadro de funcionários esteja precisando de 1800 a 2000 novos contratados apenas para suprir as vagas já em aberto.

Isso significa que mesmo na atual situação, um concurso da ABIN é uma necessidade.

E não será diretamente afetado pela pandemia como poderia acontecer.

Como há uma necessidade interna comprovada, um concurso serviria para suprir o déficit. Dessa forma, estaria liberado pelo novo decreto. A questão ainda está principalmente na restrição de aglomerações.

Enquanto não houver vacina ou um controle maior nos casos de coronavírus, tudo indica que novas provas não serão realizadas. Há inclusive vestibulares que estão com seus processos adiados ou suspensos. E como há a questão de controle de contas do governo, tudo indica que um novo edital só deve sair mais para o final do ano ou apenas em 2021 mesmo.

Lembre que tipo de vaga é oferecida pela ABIN

tipo de cargos da Abin
A ABIN tem cargos de nível médio e superior

Embora seja muito disputado, o concurso da ABIN ainda gera muitas dúvidas. Como se trata de um órgão de inteligência, nem sempre fica claro que tipo de vagas são oferecidas. E são dois níveis diferentes, ao contrário do que se imagina.

A Agência Brasileira de Inteligência conta com carreiras de nível superior e intermediário. Cada uma dessas, no entanto, se divide em outras duas:

  •  Oficial de Inteligência e de Oficial Técnico de Inteligência e,
  • Agente de Inteligência e Agente Técnico de Inteligência.

As funções desses cargos estão previstas na Lei nº 11.776, de 17 de setembro de 2008. Para as vagas de nível superior, a responsabilidade é mais ampla. Para os oficiais de inteligência e técnicos de inteligência, há as funções de produzir conhecimento de inteligência. Além disso, há que se realizar ações de operação de inteligência, pesquisa, e desenvolvimento. Tudo sempre visando assuntos sensíveis ao país.

Convém mencionar que, no caso do oficial técnico de inteligência, a função pode ser de atividades de construção e manutenção de prédios, por exemplo. Tudo sempre dentro do contexto das necessidades da ABIN.

De forma simplificada, dá pra dizer que relatórios de inteligência servem para guiar muitas decisões governamentais. A hierarquia dentro do trabalho vai determinar o grau de complexidade dentro das funções. Os oficiais serão sempre mais requisitados para tarefas que exigem mais complexidade e planejamento.

Vale dizer ainda que as carreiras foram criadas pela lei 9883, do ano de 1999. E que todos os cargos são definidos apenas por meio de concurso previsto em edital.

Saiba o que você precisa estudar para passar no concurso da ABIN

Estrutura da redação do Enem: saiba como desenvolver cada parte
É preciso estudar conhecimentos básicos e específicos

Assim como em outros concursos, a prova da ABIN é dividida em dois. Primeiro, são avaliados os conhecimentos básicos. Depois, são cobrados também conhecimentos específicos.

Isso significa que você precisa de um plano de estudos que contemple as duas áreas. Veja como a prova é estruturada!

Conhecimentos Básicos

  • Língua Portuguesa
  • Atividade de Inteligência e Legislação Correlata
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Língua Inglesa
  • Língua Espanhola
  • Raciocínio Lógico

Como você pode notar, o conhecimento básico é muito mais amplo do que em outros processos. É essencial estudar Direito e ter completo domínio da legislação. Além disso, é preciso compreender o que faz parte das atividades de um agente de inteligência.

Esse item é essencial porque muitos não compreendem completamente o trabalho. Embora tenha sido glamourizado, se trata de uma área que demanda planejamento e pensamento crítico. Portanto, é preciso olhar além da ideia de espionagem tão comum ao falar sobre a a instituição.

Para os conhecimentos específicos, a prova é separada de acordo com a vaga. Veja como funciona!

Conhecimento específico

Dentro dessa etapa da prova, há ainda um trecho discursivo. É preciso escrever uma redação com até 60 linhas. E ainda responder 3 questões com até 30 linhas, sempre sobre temas que estão relacionados ao cargo disputado.

Para as vagas de agente de inteligência, são 120 questões, sendo 50 para conhecimentos básicos e 70 para as específicas. O conteúdo pragmático costuma ser mais complexo, e deve ser consultado no edital.

Capacidade física

Para as vagas de Oficial de inteligência e Agente de inteligência, são necessários também testes físicos. As provas são realizadas apenas depois da aprovação teórica.

Nesse caso, é interessante começar os treinamentos especialmente para quem não tem algum condicionamento físico. Isso porque são cobrados desempenhos em:

Em ambas as atividades, com média de 12 minutos de duração, são eliminatórias. Isso significa que quem não conseguir contemplar o teste será eliminado.

Testes psicológicos

Estudar para testes psicológicos nem sempre é indicado. No entanto, há quem goste de saber previamente sobre como será o processo.

Para essa etapa, são avaliadas o que se chama de 3 dimensões psicológicas:

Oficial de Inteligência

  • a) Personalidade: responsabilidade, planejamento, controle emocional, tomada de decisão, disciplina, iniciativa, persistência, relacionamento interpessoal, organização, dinamismo;
  • b) Raciocínio: inteligência, raciocínio abstrato, raciocínio verbal, raciocínio espacial;
  • c) Habilidades específicas: atenção concentrada/sustentada, atenção difusa/dividida, memória.

Oficial Técnico de Inteligência

  • a) Personalidade: responsabilidade, planejamento, iniciativa, controle emocional, organização, tomada de decisão, persistência, relacionamento interpessoal, dinamismo;
  • b) Raciocínio: inteligência, raciocínio verbal, raciocínio abstrato;
  • c) Habilidades específicas: atenção concentrada/sustentada, atenção difusa/dividida.

Agente de Inteligência

  • a) Personalidade: controle emocional, disciplina, responsabilidade, planejamento, persistência, relacionamento interpessoal, organização, empatia;
  • b) Raciocínio: inteligência, raciocínio espacial, raciocínio verbal;
  • c) Habilidades específicas: atenção concentrada/sustentada, atenção difusa/dividida, memória.

Os critérios presentes nessa etapa são essenciais para o profissional que trabalha com Inteligência. Se tratam de cargos com grande necessidade de concentração e alto controle, já que podem envolver situações complexas.

Aprenda como escolher a melhor apostila para estudar

apostila do concurso da abin
A escolha da apostila é essencial para estudar

Se você ainda está na fase de começar a estudar para o concurso da ABIN, o ponto de partida é escolher uma boa apostila. Como ainda não há material atualizado para um novo edital, não há problema em optar por edições anteriores.

O que você precisa sempre buscar são materiais com:

  • exercícios de provas já realizadas;
  • gabarito com explicações;
  • material atualizado (para conteúdo básico, pelo menos);
  • guia para revisão.

Também vale considerar opções que tenham conteúdo de apoio. Há apostilas para o concurso da ABIN que oferecem aulas em vídeo, por exemplo. Para quem sente que tem mais dificuldade de assimilação, se trata de uma oportunidade extra de conhecimento.

O que acontece é que nem sempre é fácil assimilar o conteúdo sozinho. Por isso, imagens tendem a ser uma forma importante de visualizar o que será cobrado. E de aumentar o poder de interpretação.

Outro ponto essencial para qualquer material para concurso é a revisão.

Se você tem uma rotina que inclui 8 horas de estudo, por exemplo, pelo menos 20% precisa ser dedicada a revisar.

Uma dica válida é sempre começar o seu dia revisando o que aprendeu no anterior. Assim, não corre o risco de misturar seus pensamentos. O que também pode fazer é deixar um dia da semana apenas para revisão. Assim, terá a chance de reforçar o conteúdo e também dar um descanso para a mente.

Como ainda há muito tempo pela frente, possivelmente entre 4 e 6 meses até a possibilidade de uma prova, considere criar um calendário amplo de estudos. O seu cronograma vai ajudar a ditar quais são suas fraquezas e necessidades para conseguir uma boa nota.

Se os conteúdos específicos são os mais complicados, opte por 3 dias para esse material, por exemplo. Depois 2 dias para o básico. Ou alguma proporção como essa que favoreça o seu entendimento.

É válido também alternar os dias. Segunda para específicos, terça para básico, quarta revisão, quinta específico, sexta básico. Assim, você deixa para intensificar a rotina apenas quando o edital estiver publicado.

Confira quais são as etapas do Concurso da ABIN

Depois da publicação do edital, sempre há um período razoável de tempo para preparação. Em geral, o concurso da ABIN é dividido da seguinte forma:

  • Etapa 1: provas objetivas e prova discursiva;
  • Etapa 2: prova de capacidade física;
  • Etapa 3: avaliação médica;
  • Etapa 4: avaliação psicológica;
  • Etapa 5: investigação social;
  • Etapa 6: curso de formação.

Mesmo depois de passar por todas as etapas, ainda será preciso participar de um curso de formação. É nesse momento que o profissional vai aprender mais sobre a vaga e suas funções. É por isso que precisa estar teórica, psicológica e fisicamente preparado.

Descubra como acompanhar os editais de Concurso da ABIN

Foram abertas 13 mil vagas em 90 concursos no País. Veja como fazer sua inscrição!
Foram abertas 13 mil vagas em 90 concursos no País, acompanhe sempre as notícias!

Um desafio para concurseiros costuma ser acompanhar editais. Para quem não quer perder o concurso da ABIN, a dica é sempre ficar de olho nas publicações feitas pela Agência Brasileira de Inteligência. Os meios oficiais de comunicação tendem a ser muito claros sobre a liberação de vagas.

No entanto, para não deixar escapar nada sobre o que está acontecendo, sempre acesse aqui o Guia do Concurso e leia muitas notícias. Eventualmente o governo federal faz avanços ou comentários sobre vagas e necessidades do serviço público. Assim, mesmo que um edital não seja oficial, vai ter mais noção de quando pode acontecer.

Em resumo, o concurso da ABIN ainda não tem previsão para acontecer novamente. Entretanto, se você começar a se preparar desde já, com certeza terá mais chances de aprovação.

Ficou com alguma dúvida? Aproveite para deixar um comentário falando sobre suas expectativas por esse processo de seleção tão aguardado!

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!