Isaquias Queiroz é ouro C1 1000m; Vagner Souta é bronze

Saiu o primeiro ouro do Brasil desta segunda-feira no Pan-Americano de Lima. O canoísta Isaquias Queiroz, com boa vantagem para o segundo lugar, ficou em primeiro lugar no C1 1000m, com 3m47s631 Quem ficou com a prata foi o cubano Fernando Jorge, com 3m48s574. Medalhista de ouro em final de Copa do Mundo, ele, na reta final, apertou o baiano, que também perdeu o ritmo, mas ficou em primeiro. O bronze foi o canadense Drew Hodges, com 3m58s454.

Atleta do Flamengo, Isaquias correu com uma canoa com as cores do clube e superou o mal súbito que acometeu seu parceiro Erlon Souza, no último sábado, na final do C2 1000m, e venceu a final mais esperada da canoagem velocidade, o C1 1.000m.

Currículo vencedor
Favorito, Isaquias confirmou o ouro e repetiu o feito do Pan-Americano de 2015, em Toronto (CAN). Na mesma competição, aliás, ele ganhou outro ouro (C1-200) e prata (C2-1000). Nos jogos olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, ele faturou duas pratas (C1-1000 e C2-1000) e um bronze (C1-200). Além disso, ele tem quatro ouros e dois bronzes em mundiais. Agora, com esta medalha de ouro, ele encerra a sua participação nos jogos Pan-Americanos.

Bronze para o Brasil
Na versão desta prova no caiaque, o K1 1.000m, o brasileiro Vagner Souta ficou com o bronze. A vitória foi do argentino Agustin Vernice. O brasileiro brigou pela prata, mas acabou superado pelo caadense Marshall Hughes. A medalha é a terceira da carreira dele no Pan, depois de uma prata e um bronze no K2 e no K4 em 2015. Com essas duas medalhas, o Brasil subiu para terceiro no quadro geral de medalhas, com 15 no total, sendo cinco de ouro, quatro de prata e seis de bronze.

Lance!

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: