fbpx

IZA ressalta importância da mãe rezando no clipe de Gueto

IZA segue a todo vapor na divulgação de “Gueto”, primeiro single de seu próximo álbum de estúdio e lançamento mais recente da cantora Pop.

No “Encontro com Fátima Bernardes”, a artista foi uma das grandes convidadas desta quarta-feira (16), e revelou que ficou saudosista durante a criação da música na pandemia do coronavírus.

“Tive muito tempo para pensar durante a pandemia e fiquei saudosista. Eu me lembrei muito da minha infância em Olaria, do frango assado da padaria, de quando pintávamos as ruas na Copa, do sacolé da vizinha… é uma forma de contar a minha história”, contou ela.

Ainda, Fátima chamou a atenção pelo fato de que a mãe de IZA faz uma aparição no clipe, rezando na escada de uma igreja, questionando a presença da fé na família da cantora de “Dona de Mim”.

“A fé é definitiva na minha vida, minha família é muito religiosa e eu aprendi a ser assim com a minha mãe. Minha mãe deve estar rezando agora porque toda vez que eu estou na TV, ela começa a rezar, grava e só vê depois”, revelou.

https://www.youtube.com/watch?v=GwcvcTVbji0

Saindo em defesa de jovem vítima de racismo

Ainda durante o bate-papo de IZA no “Encontro”, ela aproveitou sua visibilidade para sair em defesa de Matheus, jovem negro do Leblon que foi vítima de racismo ao ser acusado sem provas de que roubou a bicicleta de um casal.

“Essa é a realidade de praticamente todos os nossos irmãos, amigos e primos. A gente realmente está sujeito a isso e eu imaginei que ele não tivesse tempo de ver a mensagem porque graças a Deus esse caso tomou uma proporção grande e muita gente deu o apoio que ele merece, mas o racismo mata, adoece e fere todos os dias. Então isso é muito doloroso”, explicou.

Por fim, IZA revelou qual foi a mensagem que escreveu para Mtaheus logo após que soube do ocorrido:

“A mensagem que eu mandei para ele foi: ‘Eu lamento muito que você esteja passando por isso e ao mesmo tempo, sem a gente se conhecer e por conhecer nossa cidade, eu agradeço a Deus por sua vida‘. Porque a gente sabe que o final dessa história poderia ter sido bem pior”, contou ela.

“Se vocês não aguentam mais ouvir a gente falar, imagina isso ficar batendo na sua porta o tempo inteiro”, concluiu IZA.


Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais