fbpx

Jaguares na final do Super Rugby!

Foto: Marcelo Endelli/Getty Images

ARTIGO COM VÍDEO – Pela primeira vez na história Buenos Aires foi palco de um semifinal de Super Rugby, com 31 mil pessoas nas arquibancadas do Estadio José Amalfitani, com os Jaguares derrotando os Brumbies, da Austrália, por avassaladores 39 x 07, classificando pela primeira vez na história o time argentina à grande final do Super Rugby.

Foi um show da base dos Pumas, que dominaram o duelo de modo incontestável do começo ao fim. E o primeiro try saiu logo aos 3′, com Bonilla chutando para o erro de recepção do time australiano, permitindo a Cubelli disparar rumo ao in-goal.

Os Brumbies pareciam precocemente nocauteados e entregaram 2 penais seguidos para Bonilla converter com precisão num espaço de menos de 15 minutos. Aos 19′, a vitória incrivelmente parecia encaminhada, quando o domínio dos avançados argentinos foi recompensado com Lavanini cravando no jogo de contato o segundo try. 20 x 00.

Na reta final do primeiro tempo os visitantes finalmente se encontraram, beneficiaram-se de uma série de penais argentinos e, com o tempo esgotado, o hooker artilheiro Folau Fainga’a saiu de trás do pack para guardar o try australiano. 20 x 07.

– Continua depois da publicidade –

Mas o segundo tempo começou perfeito para os argentinos, com a pressão em cima de chute de Leali’ifano garantindo a posse e o contragolpe para o try crucial de Matías Orlanda, aos 49′.

A partir desse momento, não houve mais volta para os Brumbies. Os Jaguares mantiveram o ritmo e a superioridade e, aos 63′, Orlando quebrou os tackles e costurou a defesa visitante para um belo try argentino. E no finzinho foi a vez de Boffelli fazer o último try para o time laranja, fechando o marcador em impressionantes 39 x 07.

Agora, os Jaguares aguardam o vencedor de Crusaders e Hurricanes.

Super Rugby 2019

Semifinais

39versus copiar07Brumbies logo copy

Jaguares (Argentina) 39 x 07 Brumbies (Austrália), Buenos Aires

Árbitro: Mike Fraser (Nova Zelândia)

Jaguares

Tries: Orlando (2), Cubelli, Lavanini e Boffelli

Conversões: Bonilla (4)

Penais: Bonilla (2)

15 Emiliano Boffelli, 14 Sebastian Cancelliere, 13 Matias Orlando, 12 Jeronimo de la Fuente (c), 11 Matias Moroni, 10 Joaquin Diaz Bonilla, 9 Tomas Cubelli, 8 Javier Ortega Desio, 7 Tomas Lezana, 6 Pablo Matera, 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Santiago Medrano, 2 Agustin Creevy, 1 Mayco Vivas;

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Nahuel Tetaz Chaparro, 18 Enrique Pieretto, 19 Marcos Kremer, 20 Francisco Gorrissen, 21 Feliipe Ezcurra, 22 Domingo Miotti, 23 Ramiro Moyano;

Brumbies

Try: Fainga’a

Conversão: Leali’ifano (1)

15 Tom Banks, 14 Henry Speight, 13 Tevita Kuridrani, 12 Irae Simone, 11 Toni Pulu, 10 Christian Leali’ifano (c), 9 Joe Powell, 8 Lachlan McCaffrey, 7 Tom Cusack, 6 Rob Valetini, 5 Sam Carter, 4 Rory Arnold, 3 Allan Alaalatoa, 2 Folau Fainga’a, 1 Scott Sio;

Suplentes: 16 Connal Mcinerney, 17 James Slipper, 18 Leslie Leuluaialii-Makin, 19 Darcy Swain, 20 Murray Douglas, 21 Jahrome Brown, 22 Matt Lucas, 23 Tom Wright;

 

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!