Justiça aceita pedido para estender investigação contra Neymar – Esportes


E o ‘caso Neymar’ não terá um fim tão em breve. A Justiça do Estado de São Paulo aceitou um pedido da Polícia Civil, que gostaria de ter mais tempo para concluir o inquérito contra o jogador, acusado pelos crimes de estupro e agressão contra a modeo Najila Trindade.


A informação foi confirmada à reportagem por Estefania Ferrazzini Paulin, promotora de Justiça de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público de São Paulo. O próximo passo é o juiz responsável determinar o prazo extra e definir novas diligências para finalizar o inquérito.


Nesta quinta-feira, a promotoria do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público de São Paulo já havia dado parecer favorável à prorrogação do inquérito.



No último dia primeiro, a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), que preside o inquérito aberto contra o atleta, entregou junto ao Tribunal de Justiça um documento com três volumes e cerca de 200 páginas cada pedindo uma prorrogação de mais 30 dias para a conclusão do caso.


As imagens de câmeras de segurança do hotel Sofitel, em Paris, onde Neymar se encontrou com Najila, foram solicitadas pela polícia na semana passada, mas ainda não foram acessadas pelos investigadores. As imagens já estão no Brasil, mas as autoridades francesas entendem que só podem ceder os vídeos com autorização judicial.


Neymar depõe em São Paulo sob forte esquema de segurança



Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: