fbpx

Kassio Nunes faz correção no currículo e adere ao Lattes – Política

Reprodução/TRF-1

Desembargador Kassio Nunes foi indicado por Bolsonaro para a vaga de Celso de Mello no STF

O desembargador Kassio Nunes
, indicado à vaga do STF
(Supremo Tribunal de Justiça), criou um currículo na plataforma Lattes
, em que alterou um de seus títulos acadêmicos. As informações são do portal UOL.

Depois das polêmicas sobre Nunes ter ‘turbinado’ seu currículo
acadêmico, ele trocou o título de “postgrado” para “curso” na Universidade de La Coruña. O título de “postgrado” constava em seu perfil oficial do TRF-1 (Tribunal Federal da 1ª Região). No entanto, Kassio nega haver irregularidades em seu currículo
.

De acordo com o UOL, a assessoria do desembargador afirmou que ele criou a página no Lattes para detalhar informações e está atualizando “aos poucos”. A plataforma é ligada ao CNPq
 (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e é utilizada oficialmente para apresentação de currículos acadêmicos no Brasil.

Nunes foi escolhido para assumir a cadeira de Celso de Mello
, que se aposentará em outubro, pelo presidente Jair Bolsonaro
(sem partido). Para ser aprovado, ele precisará ser aceito por senadores em uma sabatina no dia 21 de outubro
.

Pós-doutorado

Além da divergência sobre o título na Universidade de La Coruña, na Espanha
, o fato do currículo do desembargador contar com dois títulos de pós doutorados
concluídos dentro do período em que ele ainda cursava o doutorado chamou a atenção.

Kassio Nunes informou ser pós-doutor em direito pela Universidade de Messina, na Itália, e pela Universidade de Salamanca, na Espanha. Ele afirmou que a expedição do diploma do pós-doutorado de Salamanca ainda está em tramitação, mas os estudos já foram concluídos.

Na plataforma Lattes, o desembargador indicou que os pós-doutorados foram feitos entre 2017 e 2018. Entretanto, o doutorado dele foi concluído em setembro de 2020.

Após sua trajetória acadêmica ser contestada, a assessoria de imprensa de Nunes divulgou, em nota, que os cursos de pós-doutorado foram feitos ao mesmo tempo que o doutorado, mas que a expedição dos diplomas só é efetivada após a conclusão do doutorado.

“A emissão dos certificados somente acontece após o doutorado. Entre 2017 e 2018, o desembargado Kassio Nunes Marques cursou pós-doutorados na Universidade de Messina e na Universidade de Salamanca. O doutorado, por sua vez, foi iniciado em 2016 e concluído em 28/9/2020, na universidade de Salamanca”, diz a assessoria, conforme o UOL.

Plágio

Outra polêmica envolvendo o currículo do desembargador foi sobre o suposto plágio

. A informação foi divulgada pela revista Crusoé e, segundo a reportagem, ele teria copiado trechos de artigos escritos pelo advogado Saul Torinho Leal
, integrante da banca de advocacia do ex-ministro do STF, Carlos Ayres Britto.

Nunes negou o plágio e afirmou que seu trabalho e o do advogado Leal são “produções doutrinárias opostas”.

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!