Kobe Bryant e esposa não podiam voar no mesmo helicóptero. Entenda!


No último domingo (26), o mundo chorou a morte de Kobe Bryant, que morreu em um acidente de helicóptero. Nos últimos anos, o jogador de basquete usava muito a aeronave para fugir do trânsito de Los Angeles.


Sendo assim, ele e a esposa Vanessa fizeram um acordo de que nunca estariam no mesmo helicóptero.


“Ele e Vanessa tinham um acordo que eles nunca voariam no mesmo helicóptero juntos”, revelou uma fonte para a Revista People.


Kobe morreu ao lado da filha Gianna, de 13 anos. Ele e Vanessa também tiveram outras três filhas: Natalia, de 17 anos, Bianka, de três, e Capri, de apenas sete meses.


Kobe morreu em um acidente de helicóptero no último domingo, 26 de janeiro, ao lado da filha Gianna, 13 anos, e outras sete pessoas. O atleta e Vanessa tiveram outras três filhas: Natalia, 17 anos, Bianka, 3 anos, e Capri, 7 meses.


Em uma entrevista de 2013, o atleta comentou sua escolha pelos helicópteros.


“Eu estava sentado no tráfego. Tinha que descobrir uma maneira de continuar treinando e focando no trabalho, mas sem comprometer o tempo da família. Foi então que olhei para helicópteros, para poder descer e voltar em 15 minutos e foi quando tudo começou”, contou.


Outras vítimas


Pouco a pouco a imprensa internacional vai dando mais detalhes sobre o trágico acidente de helicóptero em que Kobe Bryant, de 41 anos, e sua filha Gianna Maria Onore, de 13, perderam a vida.

O xerife do condado de Los Angeles, Alex Villanueva, comunicou oficialmente a morte de nove pessoas que iam a bordo do helicóptero (um piloto e oito passageiros) e as identidades de todas elas já foram divulgadas, segundo a revista Hello!.

Além da lenda do basquete e da filha, o acidente também matou Christina Mauser, de 30 anos, treinadora do time de basquete feminino de uma escola particular em Corona del Mar, que treinou a filha de Kobe Bryant na Academia de Esportes Mamba, que foi precisamente fundada pelo ex-jogador do Lakers.

“Meu amor para todo o sempre”, escreveu o marido de Christina ao lado da foto do dia do casamento. “Ela era uma super mãe para seus três filhos. Por favor, orem pela minha família e especialmente pelas minhas sobrinhas e meu sobrinho”, escreveu seu cunhado, Gabe Mauser, nas redes sociais.

No acidente, ocorrido perto de Calabasas (Califórnia), morreu também John Altobelli, de 56 anos, treinador de beisebol havia 27 anos do colégio Orange Coast College, que ia acompanhado de sua esposa Keri e a filha Alyssa, melhor amiga de Gianna. As duas também eram colegas de equipe na Academia de Esportes Mamba e compartilhavam sua paixão pelo basquete.

Sarah e Payton Chester, mãe e filha são outras vítimas dessa terrível tragédia.

O piloto foi identificado como Ara Zobayan, de 50 anos. Seu amigo Jared Yochim dedicou uma mensagem emocional no Facebook.


“Ele era um piloto incrível e um grande homem. Ele não era o típico piloto egoísta de helicóptero, como somos a maioria de nós. Ara era um homem sempre calmo e sereno. Você só ouvirá boas palavras sobre ele. A perda não é apenas minha, mas para toda a comunidade. Ara impactou muitas pessoas e sempre de forma positiva. Lamento que você nunca possa encontrá-lo. Prometo que o teria amado”, escreveu Yochim. 


Elite de Calabasas também contratava os serviços do piloto de Kobe Bryant


Retrospectiva


Quem nasceu em 2019


Quem morreu em 2019


Quem casou em 2019


Quem separou em 2019


O Brasil se despede de Gugu Liberato


Fonte: PORTAL O FUXICO

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: