Lugano chama Arboleda de ‘burro’ e cita corintiano no São Paulo em 2003 – Lance



Diego Lugano, ídolo e superintendente de relações institucionais do São Paulo, falou sobre o caso Arboleda nesta quinta-feira. De acordo com o uruguaio, o zagueiro foi “ingênuo e burro” ao vestir a camisa do Palmeiras durante as férias, mas não “mau-caráter”.


“Está claro que é inadmissível que um jogador vista a camisa de um rival, seja no lugar que for, seja em São Paulo, de férias, na cidade dele… É inadmissível. Por isso, o clube decidiu multar o Arboleda. Mas cada caso é um caso e ninguém melhor que nós, melhor que eu, que conheço o vestiário e conheço o perfil do cara, para saber quando é ingenuidade e burrice e quando o jogador é mau-caráter, como talvez a torcida tenha pensado. Posso garantir que foi totalmente ingenuidade e muito de burrice. Ele não faz a mínima ideia se essa camisa verde é do México, da Bolívia, da Chapecoense, do Guarani, de Camarões ou do Palmeiras. Isso eu posso garantir. As redes sociais e um amigo engraçadinho se encarregaram de trazer esse problema para ele”, disse Lugano.





O ex-zagueiro ainda citou um episódio de 2003 para diferenciar um jogador ingênuo de um mau-caráter, segundo ele.


“Para resumir ao torcedor o que eu acho que é mau-caráter, dou um exemplo. Em 2003, aqui na concentração do São Paulo, um companheiro comemorou um gol do Corinthians. Obviamente não vou falar o nome. Eu entendi que estava errado e dei um tapa na cabeça dele. Isso não se faz, por respeito a nós, que estamos aqui, por respeito à torcida, apesar que a torcida nunca fica sabendo disso. Isso é mau-caráter. O do Arboleda foi ingenuidade. Já passou, foi multado, entendeu, pediu desculpas. Tomara que seja um grande ano dele e que o torcedor consiga entender.”





“O São Paulo multou ele, até para que não aconteça com outros atletas. Mas a diferença entre ingenuidade e mau-caráter é muito grande. O Arboleda treina forte, honra a camisa, é um jogador importante no elenco, muito mais neste ano, em que vamos jogar a Libertadores novamente, com partidas na altitude, onde ele joga normalmente com a sua seleção”, emendou.


Arboleda foi multado após uma reunião com a diretoria em Cotia, onde o elenco ficou concentrado na semana passada. Segundo Lugano, ele estava envergonhado pelo vacilo.


“Em um segundo, por causa das redes sociais, todo mundo queria matar ele. Você se sente muito idiota pela cagada que fez, essa é a verdade. Dá muita vergonha. Ele se arrependeu, pediu desculpas. É a vantagem de você conhecer o cara, de saber quem é quem. Você sabe quando tem que proteger, perdoar, sem deixar de ser firme. Hoje, com as redes sociais, não se pode ter esses erros.”


Mercado da Bola 2020: veja quem saiu e quem chegou no seu time





Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: