fbpx

Maia defende diálogo entre as instituições e preservação da harmonia entre os Poderes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o sistema democrático exige a convivência republicana entre os Poderes. Para ele, a preservação da harmonia e da independência entre os Poderes é um pilar fundamental da democracia.

Maia fez um pronunciamento no início da sessão do Plenário desta terça-feira (26) e cobrou maturidade para manter um diálogo construtivo entre as instituições e para com a sociedade brasileira. Segundo ele, esse discurso nasceu do coletivo de todos os deputados para destacar a necessidade do diálogo respeitoso e pacífico entre todos.

“O povo brasileiro espera que cada um de nós, detentores de mandatos públicos, tenhamos consciência do papel a desempenhar na busca de soluções para enfrentar o vírus. Vencida essa etapa, ficará um legado de imensos desafios a enfrentar, e o primeiro deles é a reconstrução da nossa economia”, disse Rodrigo Maia.

“Nesta hora grave, a Nação exige que tenhamos prudência e que estejamos à altura dos combates que já foram e que ainda serão travados”, afirmou o presidente.

Maia disse que tem procurado ser prudente e observar irrestritamente as normas constitucionais. “Prudência não pode ser confundida com medo ou com hesitação. A coragem, muitas vezes, está em saber construir a paz”, disse.

No discurso, o presidente da Câmara lembrou que o mundo vive a mais grave crise sanitária e humanitária desde a Segunda Guerra Mundial e se solidarizou, em nome do Parlamento, com todas as famílias que perderam seus entes queridos ou têm parentes internados em razão da Covid-19. Ele também elogiou a atuação dos profissionais de saúde e ressaltou que o isolamento social não é o responsável pela crise econômica.

“A quarentena e o isolamento social não são culpados, quem derrubou nossa economia foi o vírus. O distanciamento momentâneo das pessoas salva vidas”, destacou Maia.

“Nesta Casa, a casa da democracia, todos temos uma pessoa próxima que já foi vítima da terrível doença, ou perdemos pessoas queridas, e recebemos diariamente apelos de quem está sem trabalho, sem recursos, sem alimentos, sem meios de sobrevivência e sem condições de manter suas empresas. Vivemos uma guerra”, afirmou.

Rodrigo Maia ressaltou ainda o papel do Parlamento no combate à crise com a aprovação de projetos como o auxílio emergencial, a ajuda a estados e municípios e projetos que garantem recursos para pequenas e médias empresas.

Por fim, Maia reafirmou que o desafio hoje é derrotar o coronavírus e enfrentar a crise social e econômica causada pela pandemia, mas preservando a democracia.

“Há muito o que fazer: armados do espírito da resiliência e da capacidade de trabalho do nosso povo haveremos de conseguir. Essas, aliás, são as únicas armas que nós brasileiros devemos portar: a fé na capacidade de trabalho, na força de vontade para enfrentar e vencer obstáculos e na crença na justiça de nosso regulamento institucional”, afirmou Rodrigo Maia.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!