fbpx

mais de 32 mil contratados em 2020

Nos primeiros sete meses deste ano, 32.040 profissionais aprovados em concursos públicos foram contratados, de acordo com Painel Estatístico de Pessoal (PEP).

O número vai de encontro ao projeto de corte de gastos do ministro da Economia, Paulo Guedes, já que a quantidade de contratados é 22% menor que o mesmo período em 2019.

Os 32.040 também é a menor quantidade de contratados desde 2011. O pico de contratações foi em 2014, com 48.232 contratações de aprovados em concursos públicos.

Além disso, o número também se relaciona às fortes medidas do governo de digitalizar os serviços. Em debate recente no IDP, o ministro da Economia, Paulo Guedes explicou que a taxa de reposição caiu graças à digitalização.

“Se aposentam dez pessoas, nós contratamos uma ou duas. Isto está acontecendo em geral”, afirmou o ministro. “Nestes primeiros anos, estamos colocando 20% da taxa de reposição, lá embaixo, porque houve um período de excesso de contratações”.

Porém, o governo também estima que, após o equilíbrio, a taxa de reposição aumentará. “Depois, ela [taxa de ocupação] vai se estabelecer em 60% a 70%”, disse o ministro da economia.

Por outro lado, em entrevista ao G1, o presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), João Domingos dos Santos, vê que o número de contratados por concursos públicos deve diminuir de maneira drástico caso a Reforma Administrativa seja aprovada.

“Se o projeto reduzir a contratação destes profissionais, a tendência é que um dia a gente chegue ao chamado ‘estado nenhum”, declarou.

Reforma Administrativa: qual impacto nos concursos públicos?

A Reforma Administrativa será realizada por etapas e a primeira será o envio da PEC. A primeiro momento, a PEC passará por debates dentro das comissões antes de passar para votação.

Após a apresentação, a Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania vai analisar a admissibilidade da proposta.

Caso seja admitida, o mérito da PEC será analisado por uma comissão especial, que poderá realizar mudanças no texto.

A comissão tem o prazo de 40 sessões do Plenário para votar a proposta. O prazo de emendas se esgota nas dez primeiras sessões.

Depois, a proposta é analisada pelo Plenário e precisa de 3/5 dos votos favoráveis em dois turnos para ser aprovada. Após, a PEC é enviada para votação no Senado.

Por fim, se o texto foram aprovado nas duas Casas sem alterações, o último passo é a promulgação.

O Direção Concursos elaborou uma nota oficial a respeito da Reforma Administrativa. Clique aqui e leia a “Nota pela estabilidade”.

Até o momento, sabe-se que esta PEC da Reforma Administrativa trata dos seguintes pontos:

  • Período de dois anos de experiência antes estar empossado em cargo público e começar o estágio probatório
  • Exigência de classificação final dentro das vagas dos concursos públicos e entre os mais bem avaliados ao final do período do vínculo de experiência
  • Diminuição dos salários iniciais
  • Diminuição da quantidade de carreiras e maiores níveis nas restantes
  • Servidores devem ser contratados sob regime CLT, por preferência
  • Fim da progressão automática por tempo de serviço
  • Regulamentação da lei de greve no setor público, prevista na Constituição
  • Criação de novo Código de Conduta para o funcionalismo
  • Regulamentação da avaliação de desempenho, também prevista na Constituição; implantação de sistema adicional de avaliação, além do concurso, para certas carreiras
  • Adoção de novo sistema de avaliação e seleção de altos executivos para o setor público
  • Vedação de mais de 30 dias de férias por ano
  • Vedação da aposentadoria compulsória como modalidade de punição
  • Vedação de redução de jornada sem redução da remuneração
  • Banimento de parcelas indenizatórios sem caracterização da despesa
  • Vedação de incorporação de cargos de comissão ou de confiança à remuneração permanente

Concursos públicos que não devem ser atingidos pela Reforma Administrativa

Um dos pontos da Reforma Administrativa, que tira o sono do concurseiro, é a estabilidade. A princípio, carreiras típicas de Estado não terão a estabilidade afetada. Por isso, os seguintes concursos públicos continuam sendo uma oportunidade para o concurseiro:

CONCURSO POLÍCIA FEDERAL

Carreira de segurança pública federal é considerada como carreira típica de Estado, portanto estabilidade deve permanecer. A boa notícia é que há um novo concurso Polícia Federal previsto, com falas do presidente afirmando que autorização saíra em breve. São previstas 2 mil vagas.

Comece a se preparar hoje para o concurso Polícia Federal. Conheça os pacotes do Direção Concursos:

Confira os cursos do Direção para este concurso

CONCURSO POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

Assim como a Polícia Federal, a PRF também é abrangida em carreira típica de Estado, com a estabilidade garantida. Boa notícia também é que há um concurso PRF previsto para ocorrer com edital lançado ainda este ano, se os desejos da instituição forem seguidos. Previsão é de 2,6 mil vagas para policiais.

Faça parte do grupo de estudos para o concurso para a Polícia Rodoviária Federal no Whatsapp: clique aqui para participar!

CONCURSO RECEITA FEDERAL

Por ser uma atividade ligada à fiscalização de tributos, a Reforma Administrativa não deverá atingir tão fortemente o órgão. A carreira de Auditor Fiscal da RFB deve permanecer com estabilidade garantida. Último concurso está expirado e a Receita Federal apresenta um alto déficit de servidores.

Clique aqui e participe do grupo de Whatsapp da RFB!

CONCURSO TCU

Novo concurso TCU está previsto desde o início do ano, após autorização da seleção para Auditor. Fontes internas avisaram à equipe de jornalismo do Direção Concursos que já havia até banca escolhida, a Cebraspe. No entanto, pandemia paralisou o andamento do certame. Remuneração inicial é por volta de R$ 30 mil.

concursos públicos 2

Assinatura ilimitada

Com a Assinatura Ilimitada, você terá acesso a vários pacotes completos de cursos para concursos públicos de diversos órgãos e esferas.

Não só isso, mas você utilizará da nossa ferramenta inédita e exclusiva: o PDF 2.0. Todos os problemas que um concurseiro pode imaginar, o PDF 2.0 resolve. Ainda há a opção de pagamento recorrente!

Então, clique abaixo e confira:

concursos públicos 1
concursos públicos 3

As principais notícias, avisos de eventos e dicas de estudo estão no Instagram do Direção Concursos: clique e confira!

concursos municipais concursos prefeituras concursos públicos concursos publicos 2020 concursos públicos editais publicados editais municipais editais prefeituras editais publicados edital concursos públicos edital municipal

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!