Medina, cidade americana onde moram os dois homens mais ricos do mundo, pode decretar falência – Notas – Glamurama

A casa de Gates em Medina: ele é vizinho de Jeff Bezos || Créditos: Reprodução

Um dos lugares nos Estados Unidos que concentra o maior número de bilionários por metro quadrado no país, Medina – que fica no estado de Washington e tem só 3,3 mil habitantes – está perto de decretar falência. E o fato chama atenção por vários motivos, inclusive por conta da renda familiar média na cidade, que é de US$ 186,5 mil (R$ 698,2 mil) por ano, mais de três vezes o que ganha, em média, as famílias americanas de maneira geral (US$ 60,3 mil/R$ 225,8 mil). Outra questão é que a cidade é moradia de Jeff Bezos e Bill Gates, respectivamente os números um e dois na lista dos homens mais ricos do mundo.

O problema de Medina, de acordo com especialistas, está na arrecadação de impostos bem menor do que a folha de pagamentos. Por ter uma população que exige os melhores serviços, a cidadezinha tem gastos cada vez maiores para mantê-los, porém não pode aumentar os impostos no mesmo ritmo. Isso exigiria mudança na lei local que não vai pra frente por pressão justamente da maioria deles.

Algo parecido aconteceu em 2013, em Detroit, outra cidade americana que decretou falência. Nesse caso, no entanto, tratava-se de uma localidade com mais de 670,1 mil habitantes, cujo principal motivo da crise foi a saída de grandes fábricas automotivas como a General Motors, Ford e Chrysler, todas rumo a destinos que lhe ofereceram isenções fiscais na época.

Ninguém sabe ao certo o que o futuro reserva para Medina, e tampouco se Bezos e Gates – que por sinal são vizinhos – farão algo para ajudá-la. Ambos, vale lembrar, possuem casas em outros lugares dos EUA e podem simplesmente “sair de cena” se assim precisarem. (Por Anderson Antunes)


Fonte: Glamurama

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: