fbpx

Mega hair – Principais tipos, como cuidar + diferenças do aplique – Beleza

O que você sabe sobre o mega hair? Para aquelas que desejam aumentar o comprimento do cabelo e dar mais volume aos fios, a técnica pode ser valiosa. Nesse sentido, é possível escolher entre diversas aplicações diferentes, bem como descobrir todos os benefícios do mega hair, que ainda possui preços acessíveis em determinados casos. Mesmo que alcançar fios longos e grossos leve anos, o método surge como uma alternativa perfeita e muito mais rápida para a conquista.

Mas afinal, o que é o mega hair? O processo consiste em um alongamento dos cabelos por meio da aplicação de extensões capilares. Dessa forma, são dados aos fios o volume e o comprimento necessários, por meio de técnicas variadas.

Ter um cabelo comprido e saudável é difícil e requer muita paciência. Além disso, as milhares de químicas envolvidas para tentar agilizar o processo prejudicam os fios de várias formas diferentes. Assim, o mega hair entra como uma solução rápida e fácil para o problema, sem prejudicar o cabelo natural e ainda deixá-lo com o exato aspecto desejado. O método ainda funciona para todos os tipos de madeixa.

Fonte: Cosmezi

Confira abaixo quais são os diferentes métodos oferecidos no mercado para a realização do mega hair, bem como os cuidados necessários e outras informações sobre a técnica.

Tipos de mega hair

De antemão, é extremamente importante entender a fundo como funciona a aplicação do mega hair por meio de conversas com um profissional. Por mais simples que o processo seja, ele ainda afeta o cabelo natural, de uma forma ou de outra, e a saúde capilar também deve ser avaliada antes de mais nada. Atualmente existem 7 formas diferentes de colocar mega hair, cada uma com um tipo de cuidado específico.

1 – Cola de queratina

Fonte: O Petróleo

O método da cola de queratina é um dos mais tradicionais oferecidos quando o assunto é mega hair. Popularizado pelas famosas, a técnica consiste em colar os fios com cola de queratina aquecida, sendo a queratina um dos componentes da fibra capilar. Cada mecha aplicada possui aproximadamente 1 centímetro de largura e aumenta cerca de 40 centímetros do fio natural. Para aquelas com cabelos lisos e ondulados, a cola de queratina é a técnica indicada.

Essa aplicação é uma das mais fáceis de encontrar em salões, e sua aplicação leva cerca de 5 horas, mas o tamanho do cabelo é um fator importante para decidir a duração. Sua manutenção normalmente é feita de 3 em 3 meses, conforme os cuidados que devem ser tomados.

Mesmo com os benefícios do método da cola de queratina, os fios ainda podem sofrer tração com o processo, bem como perda das hastes durante a retirada do mega hair. Além disso, é proibido usar chapinha e secador durante o período com o aplique, já que as fontes de calor podem derreter a cola.

2 – Microlink

Fonte: Mercado Livre

O microlink funciona de forma que as novas madeixas sejam presas ao cabelo por meio de anéis de aço perto da raiz. O dano aos fios é menor pelo fato de nenhum produto químico ser utilizado durante o processo, e sua aplicação e remoção são muito fáceis. O método é ideal para as crespas e cacheadas, já que o volume do cabelo natural esconde os anéis metálicos, e outros tipos de cabelo fazem com que eles se soltem mais facilmente.

O tempo de aplicação do microlink é de aproximadamente 2 horas, e pelo fato dos fios estarem presos em uma espécie de gancho, tanto o aplique quanto a retirada são simples. Contudo, a manutenção desse mega hair deve ser mais frequente. As mechas extras precisam ser recolocadas a medida que o fio natural cresce.

3 – Mega hair Tic-Tac

Fonte: Cia da Mulher

A versão tic-tac do mega hair é uma opção excelente para quem não deseja os fios extras por um período prolongado, mas sim para uma ocasião especial. Nesse caso, as mechas extras são aplicadas por meio de presilhas, que são colocadas em todo o couro cabeludo. É possível tirar e colocar quando quiser, e esse mega hair não gera dano algum para os fios.

Sua aplicação demora cerca de 20 minutos, mas é preciso tomar cuidado na hora de anexar as madeixas ao cabelo, pelo fato das presilhas soltarem facilmente ao serem mal aplicadas. Lembre-se também de escolher apliques com cor e textura próximos aos naturais, já que nesse caso, o visual pode ficar artificial.

4 – Nó italiano

Fonte: Beauty Class

O nó italiano é um método menos popular, mas parecido com o microlink. A técnica consiste em amarrar as mechas artificiais no cabelo próximas à raiz por meio de nós de elastex, dando assim mais volume e aspecto natural aos fios. O nó italiano é mais adequado para cacheadas e crespas, contudo, o processo pode ser doloroso. Os nós são feitos muito próximos ao couro cabeludo, o que repuxa os fios naturais e causa incômodo.

Nesse caso, é possível utilizar secadores e chapinhas sem medo, pois nada pode ser danificado. Sua aplicação demora em torno de 5 horas. Mesmo assim, é importante estudar outras possibilidades, pois o nó italiano pode causar inflamações no couro cabeludo, com a possibilidade de acúmulo de sujeira. Assim, a proliferação de fungos e bactérias torna-se mais fácil, o que pode levar até mesmo à queda dos fios.

5 – Mega hair ponto americano

Fonte: O Rei dos Cabelos

Seu nome remete ao fato de que o aplique de cabelo, nesse caso, é feito por meio da costura, como pontos de crochê. O resultado é extremamente natural e não danifica os cabelos, e ainda proporciona hidratação aos fios. Ele funciona para qualquer tipo de cabelo.

A aplicação do ponto americano demora aproximadamente 1 hora e a manutenção não precisa ser feita tão cedo, demorando até 40 dias para uma nova checagem.

6 – Mega hair adesivado

Fonte: Cia da Mulher

O mega hair adesivado ou extensão adesiva é um dos métodos mais fáceis e mais saudáveis dentre as opções. Ele consiste na aplicação por meio de fitas adesivas, que são coladas nos fios naturais, sendo essas fitas mechas de cabelo costuradas em faixas de silicone. Elas são distribuídas por várias partes da cabeça, dando volume aonde é necessário. Pelo fato do aplique ser feito mais distante do couro cabeludo, não há tanta tração dos fios, impedindo sua queda.

A aplicação da extensão adesiva é muito rápida, demorando em média 30 minutos. Sua manutenção deve ser feita de 3 em 3 meses, mas é preciso ter muito cuidado na hora de lavar e pentear os fios.

7 – Entrelaçamento

Fonte: O Look

Da mesma forma, o mega hair de entrelaçamento é uma ótima opção para quem deseja resultados mais naturais. A técnica consiste em unir os fios artificiais aos naturais por meio de tranças rasteiras, o que dá muito volume às mechas. Nesse caso, tanto a chapinha quanto o secador podem ser utilizados normalmente, sem que o mega hair sofra com seus efeitos, mas o uso não deve ser excessivo.

Sua aplicação demora cerca de 2 horas e a manutenção deve ser feita a cada 15 dias, já que o cabelo necessita de uma maior hidratação para manter seu aspecto natural.

Cuidados com o mega hair

De forma que as extensões possam ser mantidas por bastante tempo, é preciso tomar certos cuidados. Por exemplo, ao escovar os cabelos, evite as escovas e pentes com bolinhas nas pontas, pois elas podem puxar o aplique. É necessário adquirir shampoos e condicionadores próprios para os cuidados com fios de aplique, já que é comum que eles sejam oleosos na raiz e secos nas pontas.

Ao aplicar o shampoo no couro cabeludo, é recomendado dissolvê-lo em água, assim, evitando que o produto se acumule na base do aplique, danificando também o cabelo natural. Para dormir, de forma que fios embaraçados sejam evitados, apenas faça uma trança, o que assegura a qualidade do mega hair.

Os fios artificiais sobrepostos nos naturais bloqueiam a oleosidade natural que o cabelo deve receber do couro cabeludo, assim, causando ressecamento, bem como uma alta concentração de sebo na raiz. Dessa forma, é ideal realizar hidratações intensas de 15 em 15 dias, independente do tipo de mega hair. Isso assegura que os fios não ficarão ressecados e o couro cabeludo não sofrerá com o acúmulo de resíduos.

Mega hair x Aplique

Mesmo que os dois possuam praticamente a mesma função, mega hair e aplique ainda são dois processos diferentes, e é importante entender suas diferenças antes de tomar alguma decisão. O mega hair, por exemplo, possui como função alongar os fios, deixando o cabelo mais volumoso e mais longo. O aplique, por sua vez, não é necessariamente utilizado para alongar o cabelo.

Fonte: Cia da Mulher

Junto do aplique, é possível incluir outros acessórios, como mechas sintéticas e coloridas, penas, fitas e tranças. O aplique costuma ser utilizado apenas para algumas ocasiões, diferente do mega hair, que é permanente. Os estilos de mega hair que mais se assemelham ao aplique são o tic-tac e o adesivado.

Se você se interessou por essa matéria sobre mega hair, aproveite para conferir Queratina – O que é, como repor e benefícios para o cabelo

Fontes: Studio 217, Capila, All Things Hair

Imagens: Cosmezi, Cia da Mulher, Cia da Mulher, Cia da Mulher, O Rei dos Cabelos, O Petróleo, Mercado Livre, Beauty Class, O Look

Essa matéria Mega hair – Principais tipos, como cuidar + diferenças do aplique foi criada pelo site Área de Mulher.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais