fbpx

Menino que morreu de Covid-19 foi internado após cair de árvore – Brasil

Reprodução

Menino estava internado no Hospital dos Servidores

Guilherme Henrique Gomes do Nascimento, de 12 anos, que se tornou a vítima mais jovem do estado do Rio a morrer por Covid-19, buscou atendimento médico após cair de uma árvore, no início de abril. A informação consta no prontuário médico do paciente no Hospital Federal dos Servidores, onde ele morreu nesta sexta-feira. Inicialmente, o menino foi tratado na UPA de Irajá.

Leia também: Sérgio Moro apresenta provas contra presidente Bolsonaro

Ao ser constatada a suspeita do novo coronavírus
, ele foi transferido para o Hospital municipal Jesus, em Vila Isabel, referência pediátrica para tratamento da doença. Porém, no domingo, já entubado e em estado grave, foi novamente transferido, dessa vez para a unidade federal, onde acabou morrendo.

De acordo com o prontuário, o paciente chegou à unidade federal com pneumonia, derrame pleural (água no pulmão), sepse grave e insuficiência respiratória. Ele foi imediatamente isolado, posto em ventilação mecânica e passou a receber medicação antiviral, mas não reagiu ao tratamento.

Leia: “Presidente segue com total apoio da sociedade”, diz Eduardo Bolsonaro

A Secretaria municipal e Saúde (SMS) diz que o exame para Covid-19
foi colhido quando o paciente ainda estava na UPA. Mas a informação contradiz o que está escrito no prontuário: de acordo com o documento assinado pela equipe médica, o paciente só foi testado na última segunda-feira, um dia após chegar ao Hospital dos Servidores. O resultado positivo para Covid-19
chegou ontem, mesmo dia em que ele morreu.

Como o teste só foi feito essa semana, é impossível saber em que momento o menino foi infectado pelo vírus e se houve risco de contaminação a outros pacientes ou profissionais que tenham tido contato com Guilherme enquanto ele estava internado na UPA.

Questionada sobre o motivo da transferência para a unidade federal, a SMS informou que Guilherme necessitava de uma avaliação de cirurgia vascular, que não é oferecida no Hospital Jesus. Segundo a pasta, Guilherme deu entrada na unidade municipal no sábado, com infecção generalizada, e realizou exames de imagem que levaram à hipótese de uma provável trombose.

Leia também: Joice Hasselmann apresenta denúncia de impeachment contra Bolsonaro

De acordo com a direção do Hospital Jesus, todos os cuidados em relação a isolamento e transmissão da Covid-19
foram feitos. A notificação do caso suspeito para a Vigilância Epidemiológica só foi feita quando o paciente já estava no hospital federal.

Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!