fbpx

Mestrado acadêmico: Professora Isa explica como ser aprovado

Foto: Professora Isa Sara Rego

O Mestrado é uma pós-graduação Stricto Sensu, e, portanto, se difere de uma pós-graduação Latu Sensu, também conhecida no Brasil como “especialização”. É um grau acadêmico que deve ser concluído em até 24 meses, por isso, orienta-se que os primeiros 12 meses sejam dedicados para a conclusão dos créditos obrigatórios e complementares, e o segundo ano dedicado a escrita da dissertação de Mestrado.

Um aluno regular no Mestrado é aquele que foi aprovado na seleção de Mestrado, conforme a chamada pública do Edital concorrido.

Conversamos com a Mestre e Doutora Isa Sara Rego, e ela nos conta que para receber essa aprovação tão sonhada por muitos, existem alguns passos a serem tomados. A professora nos respondeu um pouco mais sobre esses passos aqui. Confira.

O que é preciso para passar no Mestrado?

“Primeiramente, precisamos olhar para dentro de nós e nos perguntar: em quais áreas da minha vida me percebo na zona de conforto? A única coisa que pode tirar alguém da zona de conforto é a ação direcionada. Uma ação cheia de intenção, direcionada para metas, objetivos e desejos.”

Isa conta que é preciso sair da zona de conforto e desejar muito passar, mas que só desejar não é suficiente. “É preciso desejo e ação organizada. Um dos caminhos para solucionar o baixo rendimento na produtividade é dar atenção ao processo de aprendizagem e caminhar com pessoas que tenham o mesmo objetivo que você.”

A professora nos conta que é preciso de comprometimento com o que desejamos. “E há uma grande diferença entre compromisso e interesse. Quando você está interessado em fazer alguma coisa, você só faz quando for conveniente. Quando você está comprometido com alguma coisa, você não aceita desculpas, só resultados. É o compromisso que nos faz sacrificar temporariamente o que for necessário para se mover até o estado desejado”, conclui.

Quais passos devem ser tomados para ser aprovado?

Isa nos conta que existem 7 passos a serem tomados para qualquer pessoa ser aprovada no mestrado, que são:

  1. Conhecer o Programa de Pós-Graduação
  2. Maratonar os Editais
  3. Fazer ou atualizar o currículo Lattes
  4. Estudar as etapas do processo seletivo
  5. Fazer um excelente pré-projeto
  6. Desenvolver a carreira acadêmica criando bons relacionamentos
  7. Se preparar para a prova de proficiência

“Esses são 7 ensinamentos que aprendi na marra ao longo da minha trajetória acadêmica, mais 10 anos fazendo pesquisa na Universidade: iniciação científica, Mestrado, Doutorado e atualmente como orientadora de projetos científicos, conhecendo os diversos processos seletivos de uma Pós-Graduação Stricto Sensu, enquanto mentora acadêmica”, nos responde a doutora.

Por que fazer mestrado?

Isa conta que o Mestrado mudou completamente a vida dela e de muitas outras pessoas. “Não é apenas um sonho, é um projeto de vida. Algo que se torna cada vez maior e mais factível a medida que você se aproxima dele”, conta.

A professora aproveitou para encorajar ainda mais aqueles que estão em busca desse sonho: “talvez você já estava indo para a terceira especialização quando finalmente se perguntou: “Por que continuar fazendo especializações se posso fazer Mestrado?”. Ou talvez você tenha acabado de concluir a graduação, e então se perguntou: “Por que não continuar estudando?”. Independente qual seja o perfil que você se identifique mais, saiba que você está no controle, existe uma caneta em sua mão, um papel em branco e uma história incrível a ser escrita”, finaliza.

Um Pouco sobre Isa

Servidora Pública Federal, Professora do Instituto Federal de Brasília (IFB), Artista-educadora e potencializadora das inteligências: linguística, corpóreo-cenestésica, interpessoal e intrapessoal. Isa também é Professora de Metodologia Científica e orientadora de projetos científicos. Também possui uma mentoria em curso e já lançou grupos de desafios preparatórios para o Mestrado, com diversos alunos aprovados, cuja satisfação é unânime.

!function(f,b,e,v,n,t,s)
{if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window, document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1694031694069354’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);

Fonte: Terra Estudos

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!