fbpx

Microsoft tem lucro de US$ 20,51 bilhões no primeiro trimestre fiscal, acima do esperado

SÃO PAULO – O crescimento nos negócios de computação em nuvem da Microsoft (MSFT34) ajudou a impulsionar seu lucro no primeiro trimestre fiscal de 2022, encerrado em setembro, em relação ao mesmo período do ano passado.

A empresa de tecnologia divulgou na terça-feira (26) um lucro trimestral de US$ 20,5 bilhões, ou US$ 2,71 por ação, alta de 48%, acima dos US$ 1,82 um ano atrás e superando seu recorde de lucro trimestral – estabelecido no período anterior – em mais de US$ 4 bilhões.

A Microsoft destacou que cerca de US$ 3,3 bilhões de seu lucro foi devido a um benefício de imposto de renda relacionado à transferência de produtos intangíveis, mas disse que o lucro sem esse benefício teria sido de US$ 2,27 por ação, ainda acima das expectativas. As expectativas do consenso de Wall Street de US$ 2,08 por ação.

Os lucros da Microsoft dispararam durante a pandemia, graças à demanda contínua por seu software e serviços de computação em nuvem para trabalho e estudo remotos.

A companhia registrou receita de US$ 45,32 bilhões em seu primeiro trimestre fiscal em 2022, um aumento de 22% em relação ao ano passado. Os analistas esperavam uma receita de US$ 44 bilhões, de acordo com projeções da FactSet Research.

As vendas do que a Microsoft chama de segmento de “nuvem inteligente”, que inclui produtos de servidor e sua plataforma de computação em nuvem Azure, foram de US$ 17 bilhões, um aumento de 31% em relação ao ano anterior. A empresa tem competido com a Amazon, Google e outros provedores de nuvem por grandes negócios e contratos governamentais.

Houve um crescimento relativamente mais lento no segmento de negócios de computação pessoal da Microsoft, que inclui licenças de software Windows para novos computadores. As vendas no segmento cresceram 12%, para US$ 13,3 bilhões.

A Microsoft está ainda lançando a próxima geração de seu software Windows, chamado Windows 11, sua primeira grande atualização em seis anos, enquanto o mercado de computadores pessoais também foi atingido por problemas na cadeia de suprimentos.

Nesta terça, as ações da Microsoft apresentavam alta da ordem de 0,71% no after-market da Nasdaq, negociadas a US$ 310,11, às 17h53 (horário de Brasília).

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais