fbpx

muita gratidão ao apoio a reformas do presidente da Câmara

Paulo Guedes, ministro da Economia, durante videoconferência.
(Foto: Isac Nóbrega/PR)

Após a reconciliação com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Economia, Paulo Guedes, demonstrou “gratidão” ao deputado pelo apoio às reformas e buscou sinalizar convergência em prol da agenda econômica. “Estamos juntos pelas reformas. O Brasil está acima de quaisquer diferenças que possamos ter, e elas são pequenas”, disse Guedes ao participar do lançamento da agenda legislativa da reforma administrativa.

“Nossa agenda é convergente”, afirmou o ministro, destacando que Maia tem apoiado as iniciativas da equipe econômica. “Trabalhamos juntos”, emendou.

Na última segunda-feira, 5, Guedes e Maia se reconciliaram um mês após o presidente da Câmara anunciar publicamente o fim da interlocução com o ministro. Os dois se desentenderam e trocaram farpas publicamente. Guedes acusou Maia de formar um complô com a esquerda para barrar privatizações, e o deputado respondeu chamando o ministro de “desequilibrado”.

Após o jantar do início da semana, porém, os dois fizeram questão de dar sinais públicos de sintonia. “Agradecemos sempre a esse Congresso reformista que tem nos apoiado”, disse Guedes. “Tenho muita gratidão pelo apoio às reformas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia”, afirmou.

Leia mais: Maia sinaliza que pode agilizar reforma administrativa

Na avaliação do ministro, o governo teve uma boa resposta diante da pandemia da covid-19 e sob os pedidos do presidente Jair Bolsonaro para preservar vidas e empregos.

“Respondemos com muita efetividade à tragédia que foi a doença invadindo nossos lares”, afirmou Guedes. “Agora estamos construindo nossas defesas, voltando às reformas”, disse.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!