Na Argentina, muita festa com clássicos e finais dos campeonatos regionais

Old Resian é campeão do Litoral pela primeira vez em sua história. Foto: Old Resian

ARTIGO COM VÍDEOS – Giro pelo rugby do Hemisfério Sul!

 

Ranfurly Shield agita Otago

A sexta-feira na Nova Zelândia foi de dérbi regional. Com a Mitre 10 Cup (o Campeonato Neozelandês) marcado para começar apenas no dia 8 de agosto, as equipes provinciais do país estão no momento em pré temporada e o grande destaque da semana foi a disputa do Ranfurly Shield, o escudo-desafio do país. Trata-se da competição mais antiga da Nova Zelândia: uma taça que troca de mãos toda vez que seu detentor é derrotado em casa.

– Continua depois da publicidade –

Durante a pré temporada, o detentor da taça a coloca em disputa contra equipes da divisão inferior do país, o Heartland Championship (3ª divisão), invertendo o mando de jogo excepcionalmente. Otago, que terminou 2018 como o dono do Ranfurly Shield, colocou a taça em disputa nessa sexta contra seu vizinho North Otago, na cidade de Oamaru, e venceu, como esperado, por 49 x 14. A próxima defesa do Ranfurly Shield será no clássico entre Otago e Southland no dia 17 de agosto, em partida válida pela Mitre 10 Cup.

CASI venceu superclássico de Buenos Aires contra o SIC

Na Argentina, o sábado foi do maior clássico do país, no Torneio da URBA (o Campeonato de Buenos Aires). Líder da competição, o SIC visitou seu arquirrival CASI, apenas o 9º colocado (em uma competição de 12 times), no clássico de San Isidro. E, jogando em La Catedral, o CASI conquistou uma preciosa vitória em sua luta para permanecer na elite portenha, fazendo 16 x 09. O resultado não mudou a situação do SIC, que após 16 rodadas (de um total de 22) soma 12 pontos a mais que o vice líder Pucará, derrotado em casa nesta rodada pelo vice lanterna La Plata (34 x 28). Belgrano e Hindú completam o G4.

Campeões definidos no interior argentino

Enquanto a URBA tem a competição mais longa do país, os demais campeonato regionais terminaram nos dois últimos fins de semana, com o segundo semestre sendo reservado para o Torneio do Interior. Com isso, muitos campeões foram conhecidos, com públicos de lotação máxima nas finais e alguns campeões inéditos.

No Noroeste (o campeonato entre equipes de Tucumán, Salta, Santiago del Estero e Jujuy) terminou com título do Universitario de Tucumán (Los Benjamines), maior campeões da regional, derrotando o Tucumán Lawn Tennis por 15 x 09 na final.

Já em Córdoba o campeão foi inédito: o Urú Curé, de Rio Cuarto, que derrotou na decisão o Córdoba Athletic por 38 x 16.

No Litoral (o campeonato entre equipes de Rosario, Santa Fe e Entre Ríos), o título foi do Old Resian, clube fundado em 1942 e que jamais havia sido campeão. A conquista inédita saiu com vitória por 13 x 06 sobre o Jockey Club de Rosario na decisão.

No Cuyano (competição da região Oeste, isto é Mendoza e San Juan), o Marista levou o caneco batendo Los Tordos por 20 x 12, no embate dos maiores campeões.

No Pampeano (o campeonato do interior da província de Buenos Aires), a Sportiva de Bahía Blanca se consagrou campeã inédita ao vencer a Mar del Plata Club por 14 x 11, levando o primeiro título para Bahia Blanca.

Por fim, no Torneio do Nordeste, a CURNE, de Resistencia, venceu o Aguará, de Formosa, na final por 24 x 15.

Jaguares XV seguem vencendo na África do Sul

Enquanto isso, a equipe de desenvolvimento dos Jaguares, o Jaguares XV (a Argentina XV, na prática), segue impecável na segunda divisão da Currie Cup, o Campeonat Sul-Africano. Desta vez, os argentinos vencendo o Eastern Province Elephants por 54 x 15 e se mantiveram 100%, na liderança do campeonato.

Na primeira divisão, a liderança agora é dos Cheetahs, que atropelaram o antigo líder Griquas em dérbi regional por 68 x 14. Mas o destaque do fim de semana foi o superclássico nacional entre Western Province (Stormers) e Blue Bulls, na Cidade do Cabo, que terminou com vitória dos visitantes Blues Bulls por 30 x 28.

Currie Cup – Campeonato Sul-Africano

1ª divisão

Mpumalanga Pumas 17 x 25 Blue Bulls

Cheetahs 68 x 14 Griquas

Western Province 28 x 30 Blue Bulls

 

2ª divisão

Elephants 15 x 54 Jaguares XV

Leopards 38 x 29 Bulldogs

Falcons 31 x 31 Griffons

Eagles 03 x 32 Cavaliers

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

– 4 primeiros colocados = classificação às semifinais;
– Último colocado da 1ª divisão fará repescagem de rebaixamento/promoção com o campeão da 2ª divisão;

*Jaguares XV jogam todos os jogos na África do Sul;


 

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: