Najila volta a acusar Neymar: ‘É um crime óbvio que ele cometeu’ – Esportes

A modelo Najila Trindade compareceu à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira, para prestar depoimento sobre um inquérito em que o jogador Neymar é acusado de divulgar imagens íntimas dela na internet.

A divulgação ocorreu em 1º de junho, um dia depois que Najila denunciou Neymar à Polícia Civil de São Paulo acusando o jogador de tê-la estuprado, em um hotel em Paris, em 15 de maio. O vídeo em que Neymar se defende inclui imagens íntimas da modelo e foi publicado enquanto o atleta estava em Teresópolis, na Região Serrana do Rio, treinando com a seleção brasileira para a Copa América. Por isso coube à Polícia Civil do Rio investigar esse suposto crime.

A acusação a Neymar por estupro foi arquivada pela Polícia Civil de São Paulo, que na terça-feira indiciou Najila por denunciação caluniosa, extorsão e fraude processual.

O inquérito sobre a divulgação de imagens íntimas prossegue. Najila chegou à delegacia, na Cidade da Polícia, no Jacarezinho (zona norte do Rio), às 14h15 e ficou até as 15h. No depoimento, ela respondeu a quatro perguntas: se era ela a pessoa que figura nas fotos divulgadas por Neymar; se ela autorizou que as imagens e as conversas fossem divulgadas por outra pessoa; se a pessoa que manteve a conversa divulgada por Neymar era ela; e como ficou sabendo do vazamento dos diálogos.

Ao sair, Najila afirmou que sua vida está “devastada”: “Já conseguiram provar que eu não fui violentada nem nada, mas não conseguiram indiciar ele por esse crime que ele fez. Ele está trabalhando igual no futebol: driblando e caindo”, ironizou. “É um crime óbvio que ele cometeu na frente de todos, esse crime de exposição, para me humilhar. Eu não autorizei nada e jamais imaginei que ele (Neymar) fosse capaz de fazer isso”, concluiu.

NEYMAR – Em depoimento prestado em 6 de junho à mesma DRCI, Neymar afirmou que um integrante de sua assessoria e um técnico em informática foram os responsáveis por divulgar as imagens da modelo. O jogador teria gravado um depoimento, mas não teria feito a edição que inclui imagens íntimas de Najila. Neymar admitiu ter liberado o teor da conversa para que sua equipe usasse no vídeo, mas disse ter orientado seus auxiliares a preservar as partes íntimas da mulher.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: