Não perca! – Governo editará MP para contratação de aposentados!

Mourão informa que Governo deve editar uma medida provisória para contratar servidores aposentados do órgão, mediante a falta de realização do concurso
INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Contratação de aposentados no INSS

Ainda adiando a realização do novo concurso INSS, o Governo deverá editar uma medida provisória para permitir a contratação de aposentados da autarquia. A ação foi sugerida após denúncias de que a chamada de apenas militares romperia o princípio da impessoalidade.

O anúncio foi realizado pelo vice-presidente em exercício, Hamilton Mourão, no dia 24 de janeiro. Segundo Mourão, os empregados aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social poderão ser contratados temporariamente para reforçar o atendimento nas agências.

O objetivo é ajudar a reduzir o estoque de pedidos de benefícios em atrasos, os quais já ultrapassam mais de 1,3 milhão. Junto a isso, foi divulgado em edição extra do Diário Oficial da União, o decreto que irá permitir a chamada de 7.000 militares.

Até o momento, não foi publicada uma previsão para a medida provisória ser editada. Antes da divulgação, ela ainda precisará ser enviada para votação no Congresso Nacional.

“Os civis, eles serão cobertos por MP ou projeto de lei, é isso que vai ser apresentado. O ideal é que seja MP e que o Congresso vote rapidamente”.

Atualmente, a fila de benefícios no INSS atinge quase 2 milhões de processos. Desses, cerca de 1,3 milhão estão pendentes há mais de 45 dias, que é o prazo máximo permitido por lei.

É defendido por servidores e sindicalistas, que para regularizar a situação é necessário realizar um concurso público para repor pelo menos parte do déficit de mais de 20.000 cargos.

Em nota pública, a Fonacate chegou a entender a necessidade de medidas emergenciais, mas não recuou no entendimento de que a contratação efetiva será necessária.

Fenasps publica Carta Aberta Nacional e solicita concurso
INSS

Diante das medidas emergenciais apresentadas pelo Governo Federal para regularizar a situação caótica no INSS e da resistência na contratação de pessoal efetivo, entidades sindicais têm se mobilizado com greves e reuniões reivindicando os pleitos da Previdência.

Em seu site oficial, a Fenasps (Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social), divulgou Carta Aberta Nacional na qual denuncia um sucateamento das agências do INSS.

Para o grupo, o ideal seria a realização do concurso INSS e não a chamada de militares, cuja formação não é voltada para a legislação previdenciária. Eles acreditam que as medidas emergenciais não irão sanar o problema.

“Quem precisa do atendimento nas agências sente isso na pele: como não tem concurso, não há funcionários(as) para atender à população e a solução do INSS foi jogar todos os processos para o chamado MEU INSS, ou seja, literalmente nas nuvens, com processos aguardando meses para serem analisados”.

Para realizar o certame, o INSS depende de autorização prévia do Ministério da Economia. Um pedido encaminhado no ano de 2018, solicita o preenchimento de 7.888 vagas efetivas em um novo edital. As oportunidades contemplam cargos de níveis médio e superior, sendo os seguintes:

Técnicos

  • Escolaridade: nível médio;

Analistas

  • Escolaridade: nível superior;
  • Número de vagas: 1.692 vagas;

Peritos

  • Escolaridade: nível superior em Medicina;

» Prepare-se para o concurso INSS + BÔNUS (GRÁTIS) «

(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1″;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,’script’,’facebook-jssdk’));

Fonte: Nova Concursos

Confira! – Governo editará MP para contratação de aposentados!



Baixar apostila

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: