fbpx

Não perca! – Órgão realiza estudo de cargos vagos para novo edital!

(Acesse Conteúdo completo!) – Órgão realiza estudo de cargos vagos para novo edital!




O Ministério Público do Amapá realiza um levantamento dos cargos que precisam ser ofertados no novo concurso
MP AP para reposição.

Estudo de cargos no concurso MP AP

Para definir as carreiras que serão ofertadas no novo concurso
MP AP, o Ministério Público do Amapá realiza um estudo de cargos vagos. A informação foi confirmada pelo Departamento de Recursos Humanos do órgão.

Na última semana, circulou pelas redes sociais que o concurso
MP AP teria 10 vagas para Promotor Substituto, 05 vagas para Técnico Ministerial e 05 vagas para Analista Ministerial. Entretanto, o órgão ainda não confirmou oficialmente essa oferta.

De acordo com informações do Ministério Público do Amapá, está em andamento um levantamento para identificar quais cargos precisam de novos servidores e em quais especialidades.

Por sua vez, foi informado pelo departamento de Recursos Humanos que o órgão já realiza contato com bancas organizadoras para o novo concurso
MP AP.

No momento, a informação oficial é que o Ministério Público do Amapá está em fase de estudo para um novo certame
e depende da adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal. A previsão inicial passada pelo órgão, é que o edital de abertura seja publicado ainda em 2020.

A oferta será para ingresso de novos membros e servidores. A seleção
tem comissão organizadora formada desde o mês de julho. Os integrantes são responsáveis pelos preparativos internos do certame, como a elaboração do projeto básico.

Esse documento, também conhecido como termo de referência, funciona como um espelho para o edital. Quando finalizado, o projeto integra a escolha da banca organizadora. As instituições interessadas recebem o projeto básico para que possam propor seus preços.

Em geral, a empresa que apresenta o melhor valor e atende as exigências é contratada. Assim, ganha o direito de receber as inscrições do concurso
MP AP e aplicar as etapas, como provas objetivas.

Deficit de cargos no MP AP

De acordo com informações do Portal da Transparência do órgão, o Ministério Público do Amapá registra 313 cargos vagos de Técnico Ministerial. Essa função exige os níveis médio e técnico, a depender da especialidade.

Já para Analista Ministerial, que requer o nível superior, são 95 postos em abertos. Não há informações atualizadas sobre a remuneração dos servidores.

Por mais que o órgão tenha todos esses cargos sem preenchimento, precisa fazer uma análise do quantitativo que poderá preencher em função do orçamento. Por isso, a preocupação com o estudo do número de vagas.

Para a carreira de Promotor de Justiça Substituto, o Ministério Público do Amapá tem 20 cargos em aberto. Para concorrer, é necessário ter Bacharelado em Direito e, pelo menos, três anos de atividade jurídica.

Os salários iniciais para Promotores são de R$ 30.404,42, sem incluir os descontos com previdência e imposto de renda.

(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id))return;js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1″;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}(document,’script’,’facebook-jssdk’));

Fonte: Nova Concursos

(Veja agora a notícia com detalhes) – Órgão realiza estudo de cargos vagos para novo edital!



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais