Não perca tempo! ANSIEDADE

“A ESAF não será mais a banca que fará a prova da Receita Federal, e agora?”

“Há um boato de que o edital sairá na semana que vem. Não dará tempo de estudar tudo. Bateu o desespero!”

“Houve um corte de verbas no Poder Executivo. Foram suspensos todos os concursos. Como continuar estudando no escuro?”

“Há um PL tramitando no Congresso Nacional que visa a limitar a remuneração inicial do servidores do executivo federal a R$ 5.000,00. Será que vale a pena continuar estudando?”

“Estão querendo limitar o acesso ao cargo àquelas pessoas que tem formação universitária específica. E agora?”

Muitos desses questionamentos ou preocupações passam pela cabeça de quem está estudando para concurso público. Alguns são meros boatos ou invenções da mente do próprio concursando, que é propenso a sofrer de ansiedade. Outros, por outro lado, apesar de serem fatos, devem ser encarados com serenidade e paciência.

A ansiedade é um mal que acomete grande parte dos concursandos. De fato, estudar sem saber quando sairá o edital ou se você estará preparado para prestar o certame é um grande desafio. As oscilações no cenário político e econômico que afetam o prestígio ou o retorno financeiro do cargo para o qual estamos estudando também tendem a fazer com que nos questionemos se fizemos a melhor opção. 

Outros gatilhos que podem desencadear crises de ansiedade são as dificuldades financeiras ou até mesmo problemas enfrentados no trabalho, como assédio moral, excesso de atribuições, falta de tempo para a família ou o medo do desemprego.

Uma característica que pode ser o diferencial entre um aprovado ou um reprovado é a capacidade de controlar a ansiedade. Durante os dois anos e 3 meses que estudei até ser aprovado, vários fatos tentaram me desvirtuar do meu foco ou da minha paz interior. Às vezes, me pegava em conjecturas, as mais diversas. Nesses momentos, eu respirava fundo e falava para mim mesmo: “Basta! Eu tenho o controle da minha mente. Não vou deixar que essas preocupações me paralisem. O que importa é o agora. O que importa é estudar o máximo que eu puder, para que eu esteja pronto para agarrar a oportunidade quando ela aparecer. Basta dar um passo de cada vez. Uma “meta” de cada vez.”

Neste momento faço um parênteses: Houve uma época em que eu era militar e fazia exercício de campo nos quais os instrutores nos colocavam para andar num sol de rachar, carregando de 20 a 30 kg no lombo, em estradas de areia fofa, num local chamado Restinga da Marambaia. Nunca sabíamos quanto tempo a marcha iria durar. Às vezes durava horas (seis, sete, oito horas). Havia horas, em que o cansaço, a fome e a sede se faziam presentes. Nesse momento, batia o desespero. Por um segundo eu pensava: Não vou conseguir, não aguento mais, vou desistir. A primeira vez que isso aconteceu, eu parei, respirei fundo, bebi um pouco de água do cantil e pensei: “Eu consigo!” Algo dentro de mim me dizia: “Não olhe para frente, não olhe para o lado. Olhe para o chão. Dê um passo de cada vez. Isso é tudo que importa!” Uma hora isso vai acabar e você vai chegar ao seu destino!” Toda vez que eu concluía a missão e me dava conta do que havia feito, pensava:” – Não acredito que consegui!” Algo que, em princípio, parecia impossível havia acabado de ser concluído. Na verdade, tudo o que precisei fazer foi dar um passo de cada vez. Sem me preocupar com mais nada!

Créditos: revista eletrônica Defesa TV (foto meramente ilustrativa)

O mesmo pode ser aplicado na vida dos concursos! Você não sabe quanto tempo essa jornada vai durar. Podem ser dias, meses ou anos! Muitas vezes você está carregando uma tonelada de responsabilidades e problemas nas costas. O caminho pelo qual você vai percorrer é tortuoso e não há atalhos. Mas a única coisa com que você precisa se preocupar é com o próximo passo. Um passo de cada vez. E seu passo da vez é a matéria que você tem que estudar agora. 

Você não tem que se preocupar com a banca que elaborará seu certame. Não tem que se preocupar quando sairá o edital. Não tem que se preocupar se o governo A ou B vai acabar com esse ou aquele benefício do cargo que você está almejando. A única coisa com que deve se preocupar é em estudar, para que esteja pronto quando a oportunidade aparecer. 

Às vezes nos preocupamos com coisas que nem mesmo se concretizam, com coisas que estão fora da nossa alçada. Nada disso importará, entretanto, se você não estiver preparado!

Portanto, não deixe a ansiedade te paralisar. Não perca seu tempo precioso de estudo com elucubrações. Estude. Estude. Estude!

Não olhe para o lado, não olhe para frente. Olhe para o chão. Tudo que importa é o próximo passo.

Grande abraço!

Foco, Disciplina e Perseverança!!!

Créditos: revista eletrônica Defesa TV (foto meramente ilustrativa)

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse o material completo!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: