fbpx

‘Não sou menos homem por ter parido meu próprio filho’;assista – Túlio Ribeiro

Reprodução Twitter

Pai que pariu o filho

O conceito de família em muito se alterou, não pela política em si, mas por uma nova realidade que se apresenta e com ela uma mudança dentro da sociedade, bemcomo nos laços interpessoais.

Àlex, pai trans: “Não sou menos homem por ter dado à luz meu filho”
“Por que um psiquiatra me diz se sou homem ou não? De quantas maneiras há o modo de ser mulher?”, Diz Àlex, que teve seu filho há 16 meses.


“A entrega foi um desafioconstante: ‘Fique quieto, você não me deixa trabalhar’, disseram eles. Ninguém ficou do meu lado”, lamenta esse pai de 36 anos.

Assista  Àlex

Segundo reportagem do El Periódico,Àlex  que tem 36 anos e constitui uma família monoparental com seu filho de 16 meses, a quem ela deu à luz. A vida deste homem tem sido uma pista de obstáculos.

Agora ele decidiu explicá-lo, sem espírito de protagonismo, e abrir portas biológicas, legais e mentais em uma sociedade que não está preparada para entender que existem várias maneiras de recusar as palavras homem, mulher, ser humano. Nas paredes do apartamento, penduram fotos do filho e um bilhete com palavras maiúsculas: amor, perdão, obrigado, respeito. No futuro, ele quer ser pai novamente.

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!