fbpx

Ney Matogrosso revela que Caetano Veloso foi sua inspiração

Ney Matogrosso completou 80 anos de vida, neste domingo, 01 de agosto, e falou sobre a comemoração, sua vida, novo disco e biografia em entrevista para Renata Capucci no “Fantástico”. Pra começar ele revelou que ainda não sentiu o peso dessa idade emblemática.

Eu não me sinto e não sei como é que tem que ser uma pessoa dessa idade. Continuou me sentindo a mesma pessoa de atrás

Ele contou que não imaginaria chegar a essa idade ainda em plena forma, cantando, fazendo shows e gravando discos.

“Não, porque acreditei no que as pessoas diziam: que eu ia perder a minha voz aos 40 anos. Achavam que eu forçava ela, mas eu nunca forcei”, disse e revelou o que faz para manter seu instrumento de trabalho: “Não gosto de falar alto, de gritar… não tem muito cuidados”.

Além da voz, Ney disse que faz questão de cuidar do corpo e isso seria a receita para que ele mantivesse sua boa forma há tantos anos.

Pra estar magrinho, eu como pouco. Faço ginástica diariamente já desde os 50 anos. Gosto de pegar peso, mas não para ficar forte, pra cuidar da alma. Sou uma pessoa que trato todo mundo bem, porque gosto de ser bem tratado. Isso me deixa em um lugar de paz interior

MESTRE

O cantor está lançando um novo trabalho, intitulado “Nu com a minha música”, uma canção de Caetano Veloso. E ele ficou com medo de que o cantor baiano não o deixasse usar como título de seu disco.

“Esse é o repertório que eu sempre quis a muitos anos eu gostaria de cantar e que acho que é agora.

Será que o Caetano vai gostar, por que eu estou me apoderando de uma coisa dele? Falei com ele e ele liberou”, disse e ainda revelou que Caetano foi seu grande inspirador para seguir na carreira artística:

Caetano Veloso foi a pessoa que despertou na minha cabeça a possibilidade de ser artista. Quando eu vi, em Brasília, Caetano Veloso nos anos 60 ele estava inteiro de rosa. Rosa você não colocava nem na virada da meia. Foi um impacto tão forte que eu pensei: ‘Ser eu fosse artista eu queria ser uma coisa assim’. Não queria ser ele, mas gostaria de provocar nas pessoas o impacto que ele tinha me provocado

CHOQUE

Ney Matogrosso surgiu nos anos 70 com o grupo Secos e Molhados e, em plena época da ditadura militar, impactava o público com seu visual e jeito de se apresentar.

“Queria ser uma coisa tão ambígua que as pessoas pudessem pensar o que elas quisessem. Me ver da maneira que elas quisessem. Achava que estava muito mais para um inseto, para uma ave, do que para um ser humano. Era essa a minha brincadeira com o personagem e liberava minha sexualidade”

MINHA VIDA

Comemorando os 80 anos de vida, acaba de ser lançado a biografia do cantor e Ney revelou ter feito apenas um único pedido a Júlio Maria, autor da obra:

Só pedi que não tivessem mentiras. Porque eu já li muitas mentiras a meu respeito. Só pedi isso


Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais