Ngannou nocauteia Cigano em apenas 1m11s no UFC Minneapolis

Na luta principal do UFC Minneapolis, Francis Ngannou confirmou o favoritismo e nocauteou o ex-campeão Junior Cigano ainda no primeiro round. O triunfo neste sábado (29) serve como um passaporte para o camaronês voltar a disputar o cinturão dos pesados. No co-main event, que também funcionou como uma espécie de semifinal nos moscas, Joseph Benavidez nocauteou o brasileiro Jussier Formiga e desafiou o campeão Henry Cejudo.

No começo deste ano, Ngannou precisou de apenas 26 segundos para nocautear Cain Velásquez (Foto: Getty Images)

Foto: Lance!

Aos 41 anos, Demian Maia mostrou que ainda tem muita lenha para queimar e derrotou Anthony Rocco, 29 anos, por decisão unânime. Drew Dober e Alonzo Menifield foram outros destaques do card principal, com nocautes ainda no primeiro round.

Após nocaute, Ngannou exige title shot

Francis Ngannou precisou de pouco mais de um minuto para derrubar Junior Cigano. Após o brasileiro errar um overhand, o camaronês aproveitou o momento e acertou um cruzado. O ex-campeão foi ao solo e Ngannou conectou mais alguns golpes até a intervenção do árbitro. No octógono, o lutador pediu para lutar com o vencedor de Daniel Cormier (campeão) e Stipe Miocic, que se enfrentam no 241, dia 17 de agosto, em Anaheim EUA). Já Cigano tem uma sequência de três vitórias interrompidas.

Benavidez vence e pede title shot

O primeiro round do co-main event foi marcado pela troca de golpes entre Jussier Formiga e Joseph Benavidez. O norte-americano acertou um forte chute na linha de cintura do brasileiro, que respondeu com um cruzado, responsável por cortar o supercílio esquerdo do oponente. O potiguar também aplicou uma joelhada em cheio.

No segundo round, Benavidez começou a soltar o seu jogo e foi crescendo na luta. Já nos segundos finais, o norte-americano acertou um high kick e o brasileiro acusou o golpe. Joseph foi para cima, colocou um direto, Formiga caiu e foi questão de tempo para o árbitro decretar o fim da luta. Ainda no cage, o lutador desafiou o campeão Henry Cejudo. Já Jussier conhece a primeira derrota após quatro triunfos seguidos na divisão.

Estratégico, Demian Maia vence

Após um início de estudo, Demian Maia não teve muito trabalho para impor o seu jogo. Ao derrubar Anthony Rocco, o brasileiro grampeou as pernas do oponente e conectou golpes no rosto e na linha de cintura. Já no segundo assalto, o paulista tentou derrubar, mas o norte-americano se defendeu fazendo o sproul. Porém, ao seguir insistindo, Demain voltou a executar o seu jogo e controlou a maior parte do round no chão.

Já no terceiro assalto, a luta se desenvolveu toda ela em pé. Demian foi mantendo a distância e circulando no cage, enquanto Rocco esperava o brasileiro tentar uma queda para aplicar uma joelha de encontro, seguindo uma orientação do seu córner. No fim, por decisão unânime, o faixa-preta de Jiu-Jitsu chegou ao segundo triunfo seguido no UFC aos 41 anos. Já o norte-americano tem a sequência de quatro vitórias interrompidas.

Outros destaques do card principal

Na divisão dos leves, Vinc Pichel mostrou muita garra para impor o seu jogo e derrotar Roosevelt Roberts por decisão unânime. Já Drew Dober precisou de apenas 67 segundos para nocautear Marco Polo Reyes pela mesma categoria. O estadunidense aplicou uma série de golpes e o mexicano não resistiu. Dober volta a vencer no UFC, enquanto “El Toro” conhece o segundo revés seguido. Na abertura do card principal em Minneapolis, Alonzo Menifield aproveitou o erro de Paul Craig ao aplicar um soco rodado e nocauteou o oponente no primeiro round. Ainda no octógono, o ex-jogador de futebol americano afirmou que está pronto para grandes desafios nos meio-pesados.

CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC on ESPN 3
Minneapolis, em Minnesota (EUA)
Sábado, 29 de junho de 2019

Card principal
Francis Ngannou derrotou Junior Cigano por nocaute técnico no 1R
Joseph Benavidez derrotou Jussier Formiga por nocaute técnico no 2R
Demian Maia derrotou Anthony Rocco por decisão unânime dos jurados
Vinc Pichel derrotou Roosevelt Roberts por decisão unânime dos jurados
Drew Dober derrotou Marco Polo Reyes por nocaute técnico no 1R
Alonzo Menifield derrotou Paul Craig por nocaute técnico no 1R

Card preliminar
Ricardo Carcacinha derrotou Journey Newson por decisão unânime dos jurados
Eryk Anders derrotou Vinicius Mamute por nocaute técnico no 1R
Jared Gordon derrotou Dan Moret por decisão unânime dos jurados
Dalcha Lungiambula derrotou Dequan Townsend por nocaute técnico no 3R
Amanda Ribas finalizou Emily Whitmire com um mata-leão no 2R
Maurice Greene derrotou Junior Albini por nocaute técnico no 1R

Lance!

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: