fbpx

Novas etapas do FGTS e PIS/PASEP foram liberadas pelo governo

Novos lotes relacionados ao saque imediato do FGTS e ao abono salarial do PIS/PASEP serão liberados nos próximos dias. O pagamento do saque imediato de contas ativas e inativas do FGTS teve início no dia 13 de setembro, para trabalhadores correntistas da Caixa nascidos entre janeiro e abril.

Já em relação ao abono salarial do PIS/PASEP, o primeiro lote foi liberado para servidores públicos e funcionários de iniciativa privada em 25 de julho.

Os saques do FGTS estão sendo liberados inicialmente para correntistas da Caixa, enquanto o abono do PIS/PASEP é repassado simultaneamente para servidores públicos e trabalhadores de empresas privadas.

Sendo assim, os recursos repassados do FGTS são de até R$ 500 por conta, seja ela ativa ou inativa. Em relação ao PIS/PASEP, o saque poderá ser de até um salário mínimo, a depender do tempo trabalhado com carteira assinada no ano-base.

Saque Imediato do FGTS

O saque imediato das contas do FGTS foi liberado este ano com o intuito de movimentar o mercado econômico frente a recessão econômica. Com ela, os trabalhadores poderão retirar até R$ 500 re cada conta ativa ou inativa do FGTS. De acordo com a Caixa Econômica, só será possível realizar o saque de todas as contas do trabalhador, sem a possibilidade de escolher de qual conta retirar os recursos.

Com isso, o calendário de saques foi estabelecido de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Contudo, os recursos poderão ser retirados até 31 de março de 2020, independentemente da data de liberação estabelecida pelo calendário.

Os trabalhadores que possuem conta poupança na Caixa irão receber o benefício por meio de depósito automático, enquanto os que possuem conta-corrente precisaram autorizar o crédito. Os demais trabalhadores precisarão se deslocar até um correspondente Caixa, casas lotéricas ou agências da Caixa, a depender do valor que será retirado.

Por fim, o  último lote liberado foi no dia 27 de setembro, destinado aos correntistas nascidos entre maio e agosto. O primeiro lote para trabalhadores não correntistas da instituição acontecerá somente no dia 18 de outubro.

Veja também: Em qual situação é recomendado sacar ou deixar o dinheiro no FGTS?

Saque do PIS/PASEP

O abono salarial do PIS/PASEP foi liberado para funcionários de empresas privadas e servidores públicos que possuíram carteira assinada por, ao menos, 30 dias em 2018. Além disso, era preciso estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e ter ganho, no máximo, uma média de dois salários mínimos mensais no ano-base.

Os valores a serem repassados dependem da quantia de meses trabalhados em 2018. Sendo assim, o trabalhador que exerceu sua função com carteira assinada por 12 meses, receberá o valor integral do salário mínimo (R$ 998). Já quem trabalhou por apenas um mês, receberá o equivalente a 1/12 do salário, no valor de R$ 84.

Com isso, os servidores públicos deverão retirar seu abono em agências do Banco do Brasil ou ter o benefício depositado diretamente em sua conta, em caso de servidores correntistas. Já os trabalhadores da iniciativa privada deverão realizar o saque em agências da Caixa ou ter o abono depositado automaticamente em sua conta, caso seja correntista da estatal e tenha um saldo superior a R$ 1 na conta mencionada para depósito.


Fonte: Edital Concursos Brasil

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!