fbpx

Novidades! – confira dicas gratuitas de redação discursiva todas as quintas!

wp-content/uploads/2018/07/4-Quadrado-2-1.png”>O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Concurso IPHAN) divulgou recentemente o edital de abertura de concurso público com 411 vagas para níveis médio e superior. Sob organização da empresa Cebraspe, o certame oferta vagas para os cargos de Analista I (104), Técnico I (176) e de Auxiliar Institucional I (131). A remuneração ofertada varia de R$ 3.419,97 a R$ 5.035,29.

As vagas são destinadas aos estados da federação e ao Distrito Federal, e poderão ser distribuídas entre as sedes do IPHAN nas capitais das 26 unidades da Federação e no Distrito Federal ou nos Escritórios Técnicos existentes em diversas cidades.

concurso IPHAN traz, como etapas avaliativas, uma prova objetiva e uma discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. A avaliação objetiva contará com 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos, distribuídos entre as disciplinas de Língua Portuguesa, Fundamentos da Preservação do Patrimônio Cultural, Noções de Gestão e Administração Pública e Atualidades, e 70 de conhecimentos específicos de acordo com o cargo pretendido.

Já a prova discursiva valerá 40 pontos e será constituída de uma redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de um tema da atualidade. Serão exigidos do candidato o uso das normas da Língua Portuguesa e a capacidade de expressão na modalidade escrita, primando pela coerência e pela coesão. Tecnicamente, serão cobradas duas avaliações pela banca: uma avaliação de conteúdo e uma avaliação do domínio da Língua Portuguesa.

Se você quer fazer uma boa prova discursiva, não pode perder a nova série “Quinta do Iphan”, que trará dicas da professora e especialista em Língua Portuguesa Vânia Araújo exclusivas para a etapa. Todas às quintas-feiras, ela estará ao vivo para discutir os principais pontos a serem considerados na redação discursiva do concurso Iphan.

Veja os episódios da série Quinta do Iphan que já foram ao ar e não perca os próximos!

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=w1u26uKe3lE?enablejsapi=1&listType=playlist&list=PLZIcuMePV18yhXZilYSdjhRxod1PLZ6AB&autoplay=0&cc_load_policy=0&iv_load_policy=1&loop=0&modestbranding=0&rel=0&showinfo=1&fs=1&theme=dark&color=red&autohide=2&controls=2&playsinline=0&&w=1000&h=563]

Concurso IPHAN 2018: Sobre o orgão

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura que responde pela preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro. Cabe ao Iphan proteger e promover os bens culturais do País, assegurando sua permanência e usufruto para as gerações presentes e futuras.

O Iphan possui 27 Superintendências (uma em cada Unidade Federativa); 27 Escritórios Técnicos, a maioria deles localizados em cidades que são conjuntos urbanos tombados, as chamadas Cidades Históricas; e, ainda, cinco Unidades Especiais, sendo quatro delas no Rio de Janeiro: Centro Lucio Costa, Sítio Roberto Burle Marx, Paço Imperial e Centro Nacional do Folclore e Cultura Popular; e, uma em Brasília, o Centro Nacional de Arqueologia.

O Iphan também responde pela conservação, salvaguarda e monitoramento dos bens culturais brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial e na Lista o Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, conforme convenções da Unesco, respectivamente, a Convenção do Patrimônio Mundial de 1972 e a Convenção do Patrimônio Cultural Imaterial de 2003.

Histórico – Desde a criação do Instituto, em 13 de janeiro de 1937, por meio da Lei nº 378, assinada pelo então presidente Getúlio Vargas, os conceitos que orientam a atuação do Instituto têm evoluído, mantendo sempre relação com os marcos legais. A Constituição Brasileira de 1988, em seu artigo 216, define o patrimônio cultural como formas de expressão, modos de criar, fazer e viver. Também são assim reconhecidas as criações científicas, artísticas e tecnológicas; as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; e, ainda, os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico.

Nos artigos 215 e 216, a Constituição reconhece a existência de bens culturais de natureza material e imaterial, além de estabelecer as formas de preservação desse patrimônio: o registro, o inventário e o tombamento.

Detalhes concurso IPHAN:

  • ConcursoPatrimônio Histórico e Artístico Nacional (Concurso IPHAN)
  • Banca organizadora: Cebraspe
  • Cargo:  Analista I, Técnico I Auxiliar Institucional I.
  • Escolaridade: Médio e superior
  • Número de vagas: 415
  • Remuneração: Até R$ 5 mil
  • Inscrições: de 18 de junho a 09 de julho de 2018
  • Taxa: R$ 84 ou R$ 117
  • Data da prova objetiva: 26 de agosto de 2018

Gostou dessa oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

conheca-a-garantia-de-satisfacao-do-gran-cursos-online/”>






http://platform..com/widgets.js(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src = “http://connect..net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect..net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=1631300843807094”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘-jssdk’));

Crédito:

Gran Cursos Online

Faça o download do material agora!

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!