fbpx

O faisão-comum: canto e características

O faisão-comum (Phasianus colchicus) ocupa vastas áreas do planeta. Esse fato significa que não é considerada uma espécie vulnerável à extinção. No entanto, o número de exemplares está diminuindo.

Esse pássaro sempre despertou interesse cinegético, por isso é comum que ele seja reproduzido em cativeiro e liberado para esses fins. Essa reintrodução contínua faz com que não haja muitas populações selvagens e que o número de indivíduos nunca diminua, apesar dos danos sofridos no ambiente em que eles vivem.

Onde vivem?

O faisão comum é nativo do continente asiático. Ali habita países como China, Coreia do Norte e do Sul, Mongólia e algumas áreas da Rússia. Mais tarde, esse animal foi introduzido na Europa por seu interesse cinegético, assim como nos Estados Unidos, onde é mantido em áreas mais ao norte. Não se sabe com certeza, mas essa introdução pode ter ocorrido nos séculos XI ou XII.

Essas aves podem viver em habitats diferentes, mas preferem áreas arbustivas perto de rios ou plantações, onde encontram frutas e sementes, seus principais alimentos.

Onde vivem?

No entanto, são animais onívoros oportunistas. Portanto, se encontrarem os restos de um animal em decomposição, não hesitarão em comê-lo. Folhas, raízes e insetos também estão incluídos na sua dieta.

Características do faisão-comum e como identificá-lo

Os faisões fazem parte da ordem dos galliformes, aos quais pertencem os pássaros semelhantes a um galo. Como os galos e galinhas, os faisões mostram um dimorfismo sexual acentuado, que são as diferenças relacionadas ao sexo dentro da mesma espécie.

Os machos de um faisão-comum são maiores, possuindo 70 a 90 centímetros em envergadura. A cabeça é de cor escura, de um tom preto esverdeado com reflexos violetas. Ambos os lados do rosto têm uma pele áspera, vermelha e sem plumas, correspondente às carúnculas auriculares.

Características do faisão-comum e como identificá-lo

Características do faisão-comum e como identificá-lo

Além disso, eles possuem um colar branco muito marcante. A plumagem do corpo é de cor marrom avermelhada, com muitas manchas em preto e branco e cauda longa com barras transversais.

As fêmeas, por outro lado, exibem uma plumagem menos chamativa, marrom com manchas mais escuras. Nós conseguimos identificá-la como um faisão-comum feminino graças à sua cauda longa. Muito menores que os machos, elas têm uma envergadura entre 55 e 70 centímetros.

O canto do faisão-comum

O canto do faisão-comum lembra o som de uma trombeta. Quando o macho canta, produz um som dissipado, muito abrupto, como se estivesse pigarreando, seguido de um ruído que produz com as asas: “kuuhrk-kuk (burrrr)”.

O macho repete esse som em um período que varia de 1 a 15 minutos, sempre localizado no mesmo local, onde ele fica claramente visível e pode declarar que esse é seu território. No vídeo a seguir, podemos apreciar o canto do faisão-comum:

Quando um faisão voa, emite um som de alarme que é transcrito como “ku-tuk ku-tuk ku-tuk”, sempre dissílabo, com ênfase na primeira sílaba e com intensidade descendente.

Por fim, é preciso notar que o canto dos faisões pode ser confundido com o de outros pássaros, como a perdiz-vermelha ou o codorniz-comum.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!