fbpx

‘O Prime cresce muito rápido no Brasil’, diz vice-presidente global da Amazon para o programa

Depois de anunciar o segundo Prime Day no Brasil, a ser realizado nos dias 21 e 22 de junho, o vice-presidente global da Amazon para o programa Prime, Jamil Ghani, afirmou que o País é um dos mercados mais importantes para a gigante americana, e também um dos lugares em que o programa Prime, que oferece um pacote de serviços mediante assinatura mensal, mais cresce. O executivo concedeu entrevista exclusiva ao Estadão/Broadcast.

Questionado sobre a falta de dados disponíveis sobre a operação brasileira da Amazon, ele defendeu que a companhia está mais preocupada com a melhoria constante de seus serviços e sortimento de produtos. “Eu não diria que somos misteriosos. Eu diria que gostamos de focar em nossos consumidores e membros”, afirmou.

No anúncio sobre a data de promoções exclusivas para assinantes deste ano, a Amazon afirmou que, em 2020, esse evento vendeu mais que a Black Friday do ano anterior, mas não deu pistas sobre o faturamento da companhia no País.

Confira abaixo os principais pontos da entrevista.

Quanto o Prime Day da operação brasileira representa para a Amazon no mundo? Pode nos dar uma noção do tamanho do evento por aqui?

O Brasil, como marketplace e como país, é muito importante para a companhia como um todo. E isso também é verdade para o programa Prime. O programa foi lançado (no Brasil) em 2019 e eu tive a oportunidade de estar presente. Ele tem sido impressionante em termos de crescimento de membros desde 2019. Não posso compartilhar quão grande é o evento no Brasil. Temos 200 milhões de membros pelo mundo. O programa Prime no Brasil está crescendo muito rápido.

Pode nos dizer quanto ele tem crescido?

Eu sei que pode ser frustrante não ter números, mas posso dizer que é um dos que mais crescem no mundo. Tem sido impressionante o quão rapidamente o programa tem sido adotado. O Prime Video continua a ter cada vez mais conteúdo e os membros têm aumentado. Muitos vêm pelo serviço de vídeo e descobrem os benefícios nas compras. Por outro lado, o comércio eletrônico também tem apresentado preços competitivos e atraído consumidores. Os membros do Brasil vêm por um benefício do programa, mas descobrem os demais. Alguns dos membros mais engajados no programa estão no Brasil.

As pessoas chegam na Amazon pelo Prime Day e ficam pelo resto do ano?

Pelo mundo, muitos vêm no Prime Day, mas ficam definitivamente, porque nós somos muito mais do que ofertas e compras. Apesar disso, neste ano, teremos mais ofertas do que nunca e teremos ofertas de entretenimento também, nossos membros vão amar. Não podemos dizer agora. Diremos nos próximos dias.

Por que vocês são tão misteriosos (com números)?

Eu não diria que somos misteriosos. Eu diria que gostamos de focar em nossos consumidores e membros. Somos obcecados por experiências e o que podemos fazer para melhorá-las. Posso contar nossa estratégia. Queremos a melhor seleção de produtos do mundo, nos preços mais competitivos e com entregas mais convenientes. Gasto meu tempo buscando saber se temos a melhor seleção, se os preços estão bons e se estamos entregando cada vez mais rápido. Estamos sempre lançando benefícios. A estratégia é muito simples. Não estamos obcecados pela competição, mas pelos nossos membros.

O varejo brasileiro é muito competitivo. É diferente de outros países em que vocês atuam?

Em todos os países em que estamos temos uma grande e diversa competição e achamos isso bom. Nós realmente queremos que nossos clientes tenham escolhas. O Brasil tem competidores muito competentes e agressivos, além de muitas opções para os clientes, como em todos os países em que operamos. E está tudo bem. Nós damos boas vindas a isso e focamos no nosso serviço.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais