fbpx

O que faz um Técnico em Alimentos? · JC Concursos

Segurança sanitária é fundamental quando o assunto é alimentação. Confira as principais características sobre o Técnico em Alimentos

Segurança sanitária é fundamental quando o assunto é alimentação. O Técnico em Alimentos tem papel importante na garantia da qualidade dos produtos consumidos pela população. Confira, a seguir, entrevista com Eidiomar Angelucci, professor e especialista na área.

JC Concursos – O que faz o Técnico em Alimentos?

Eidiomar Angelucci – Orienta, acompanha e controla as etapas da industrialização de alimentos de origem animal e vegetal, executando o processamento industrial, desde o recebimento da matéria-prima até o produto final, supervisionando e executando as análises bromatológicas, microbiológicas e de avaliação de qualidade da matéria-prima, dos insumos e do produto final. Também orienta, coordena e realiza testes experimentais e de pesquisa visando à melhoria nutricional e da qualidade dos alimentos. O Técnico em Alimentos pode se especializar em diferentes áreas: bromatologia, microbiologia, avaliação da qualidade, carnes e derivados, leite e derivados, pescado, bebidas, massas alimentícias, doces, conservas vegetais, produtos de panificação e confeitaria, óleos e gorduras, café, cacau, chá e derivados, aditivos, ingredientes e água, dentre outros.

Esse profissional deve se dedicar para que todos os brasileiros possam ter uma alimentação digna de suas necessidades metabólicas diárias, com alimentos sadios e altos valores nutritivos.

JC Concursos – Onde Técnico em Alimentos atua?

Eidiomar – O Técnico em Alimentos pode trabalhar em laboratórios de análise (como analista ou supervisor) ou na industrialização de alimentos de origem vegetal ou animal, visando à melhoria da qualidade e da segurança do alimento. Ele é o elo entre o engenheiro e o pessoal operacional. Esse profissional encontra campo em qualquer empresa da área de alimentos, aditivos, insumos, água, embalagens, na vigilância sanitária, na agroindústria, em institutos de pesquisa e, também, na indústria de nutrição animal.

JC Concursos – Sobre o curso de Técnico em Alimentos, quais características deve ter o profissional dessa área?

Eidiomar – O curso é desenvolvido em quatro semestres, com aulas teóricas e práticas. O aluno também realiza estágio obrigatório supervisionado de, no mínimo, 400 horas. O candidato a essa carreira deve ter interesse pelas áreas de ciências.

JC Concursos – Como está o mercado de trabalho para o Técnico em Alimentos?

Eidiomar – O conhecimento dos alimentos é muito importante já que esse profissional lida com produtos que serão consumidos pelo ser humano, sejam eles agrícolas ou de origem animal. Assim, a segurança sanitária do alimento, tanto in natura, como industrializado, é fundamental. Empresas cujos objetivos são sérios quanto à qualidade dos alimentos devem contar com a competência profissional do Técnico em Alimentos para garantir a qualidade dos produtos consumidos no país ou exportados.

A indústria de alimentos (carnes, leite, pescado, massas alimentícias, produtos de panificação e confeitaria, doces, sorvetes, vegetais, frutas, bebidas, água), zelosa pela qualidade dos seus produtos, conta com Técnico em Alimentos, tanto na industrialização dos alimentos como na área laboratorial, setores que considero bastante promissores.

JC Concursos – Quais sites você indica a quem quer conhecer mais sobre a área?

Eidiomar – Recomendo a consulta a alguns sites técnico / científicos importantes, como o PAS (www.alimentos.senai.br), BIBFEA (www.fea.unicamp.br/alimentarium), SCIRUS (www.scirus.com) e SCIELO (www.scielo.org).

Este texto foi atualizado em agosto de 2019.

empregos


Fonte: Jornal dos Concursos

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!