fbpx

Onix perde a liderança mais uma vez e Fiat Strada é o carro mais emplacado de setembro; confira os 10 mais vendidos

(Divulgação/Fiat)

SÃO PAULO – Após ser ultrapassado pelo T-Cross em julho e retomar a liderança em agosto como o modelo mais emplacado do mês no país, o Chevrolet Onix perdeu a coroa mais uma vez, segundo o mais recente ranking da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

No mês de setembro, o carro mais vendido no Brasil foi o Fiat Strada, com 11.873 unidades vendidas, contra as 11.710 unidades emplacadas do Onix, uma ligeira vantagem de 163 carros que colocou a picape da Fiat na frente.

Porém, vale dizer que, na comparação do acumulado do ano até setembro, o Onix ainda leva vantagem sobre o Strada. Desde o começo do ano, foram vendidas 69.979 unidades do hatch da Chevrolet, contra 30.806 unidades da picape da Fiat.

O vice-líder no ranking anual continua sendo o Hyundai HB20, mas o hatch da marca coreana despencou neste último ranking mensal, ficando apenas em 4º lugar, com 8.565 vendas. Enquanto isso, o Volkswagen Gol ficou em 3º, com 9.134 unidades emplacadas.

Segundo os dados divulgados nesta sexta-feira (2) pela Fenabrave, no mercado de veículos leves, que considera carros de passeio e comerciais leves, 198.792 unidades foram emplacadas em setembro – o que representa um aumento de 14,55% ante agosto, mas uma queda de 11% em relação ao mesmo mês de 2019, evidenciando os efeitos da pandemia no setor automotivo.

No acumulado do ano de 2020, a Fenabrave registrou aproximadamente 1,3 milhão de emplacamentos. O resultado é cerca de 33% menor do que o registrado durante o mesmo período do ano anterior. Em 2019, o acumulado até setembro registrou 1.934.890 emplacamentos.

Carros mais vendidos em setembro

Além de desbancar o líder de vendas da Chevrolet, a Fiat ainda conseguiu emplacar o Fiat Argo no 5º lugar entre os mais vendidos no ano, com 7.985 unidades vendidas no mês.

Os bons números do Fiat Strada e do Argo acabaram alavancando o desempenho da Fiat no geral. Depois de cinco anos de domínio entre Chevrolet e Volkswagen, a Fiat foi a montadora que mais comercializou veículos no Brasil durante o mês de setembro.

A marca italiana vendeu 39.024 carros, o que representa 19,7% de participação no mercado de venda de veículos no país, e foi seguida da Volkswagen com 33.668 e 17% de participação, e da Chevrolet com 31.759 e 16% de market share.

Confira abaixo os carros mais vendidos do mês de setembro.

Marca/Modelo Unidades emplacadas
Fiat Strada 11.873
Chevrolet Onix 11.710
Volkswagen Gol 9,134
Hyundai HB20 8.565
Fiat Argo 7.985
Chevrolet Onix Plus 7.093
Chevrolet Tracker 6.403
Jeep Compass 6.042
Ford Ka 5.956
Jeep Renegade 5.749

SUVs mais vendidos de setembro

No mercado de SUVs, o Volkswagen T-Cross, líder geral em julho, e campeão de vendas na categoria de SUVs no mês passado, perdeu força e foi apenas o 5º SUV mais vendido em setembro, com 4.729 unidades emplacadas, ante as 6.455 vendidas em agosto.

A liderança ficou com o GM Tracker, que emplacou 6.403 unidades no período.

Marca/Modelo Unidades emplacadas
GM Tracker 6.403
Jeep Compass 6.042
Jeep Renegade 5.748
Hyundai Creta 5.402
Volkswagen T-Cross 4.729
Nissan Kicks 4.025
Honda HR-V 3.314
Volkswagen Nivus 3.203
Ford Ecosport 2.072
Renault Duster 1.831

Setor reaquecido

Depois de o setor automobilístico sentir os efeitos imediatos da pandemia do novo coronavírus na comercialização de veículos, com o pior resultado mensal registrado desde 1999, Kalume Neto, gerente de desenvolvimento de negócios da Jato Dynamics no Brasil, acredita que, pouco a pouco, o mercado vai retomando suas forças.

Ao comparar os números do começo do ano com os de setembro, é possível perceber uma lenta melhora do setor e uma recuperação gradual dos resultados.

Em janeiro e fevereiro, quando a pandemia ainda não havia chegado ao Brasil, foram registrados 184.117 e 192.639 emplacamentos de veículos leves, que considera carros de passeio e comerciais leves, respectivamente.

Após uma queda abrupta em abril, que registrou apenas 51.362 novos emplacamentos, o setor começa a recuperara tração pouco a pouco. Em maio, já foram 56.635 unidades, e em junho há um salto de 116%, com 122.772 veículos novos vendidos.

Em julho, o setor teve um resultado de 163.075 modelos emplacados. Já em agosto foram vendidos 173.544 novos veículos no país, o que representa que o mercado automobilístico brasileiro está apenas 10% atrás do mês auge de vendas do setor no pré-pandemia, que foi fevereiro.

Já em agosto, no mercado de veículos leves, 173.544 unidades foram emplacadas – um aumento de 6,41% ante julho, mas uma queda de 24,7% em relação ao mesmo mês de 2019.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!