Os carros automáticos que mais e menos se depreciam

O Subaru Forester XT turbo 2.0 16V ganhou destaque pela valorização de 3,19% em um ano. Em seguida, o Honda CR-V Touring 1.5 turbo flex valorizou 0,12%

access_time

24 jun 2019, 05h00

São Paulo — A popularização do câmbio automático trouxe diversos modelos de carros sem o pedal da embreagem para o mercado brasileiro. A pedido do site EXAME, a KBB Brasil listou as 10 versões desses modelos com os maiores e menores índices de depreciação, independentemente do segmento ou faixa de preço, entre maio de 2018 e o mesmo mês de 2019.

O resultado do levantamento da KBB apresentou um comportamento fora do padrão, com alguns índices valorizados, em que o preço de um usado hoje é mais alto que o mesmo veículo zero-quilômetro há um ano.

O Subaru Forester XT turbo 2.0 16V ganhou destaque pela valorização de 3,19%. Em seguida, o Honda CR-V Touring 1.5 turbo flex valorizou 0,12% em relação ao seu valor inicial ao longo do primeiro ano de uso.

Segundo a KBB, uma forte alta do veículo, variação do câmbio — implicando diretamente em importados — e um bom posicionamento no mercado explicam essa ocorrência.

Os demais modelos do ranking apresentaram taxas de depreciação inferiores a 4%, sendo 60% da lista composta por SUVs. A versão menos depreciada foi a Audi TT Conversível Ambition 2.0 TFS9 Stroni que teve perda de 0,36% em seu valor.

Veja abaixo os carros automáticos que menos se depreciaram entre maio de 2018 e maio de 2019, segundo a KBB Brasil.

Os mais depreciados

O levantamento de veículos automáticos mais depreciados tem três diferentes modelos da montadora Volvo. O sedã S60 Momentum T-4 Drive-E FWD 2.0 turbo mostrou queda de 31,89%, seguido pelo V60 Wagon Momentum T4 Drive-E FWD 2.0 turbo, com taxa de 30,33% em depreciação no primeiro ano de uso. Já o XC90 Inscription AWD T6 Drive-E 2.0 AT8 teve 26,96% de perda de valor no período analisado.

Veja abaixo os carros automáticos que mais se depreciaram entre maio de 2018 e maio de 2019, segundo a KBB Brasil.

 

Fonte: EXAME

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: