fbpx

Os montanhistas devem cumprir a quarentena ao chegar ao Nepal

Os montanhistas que viajarem ao Nepal serão forçados a cumprir uma quarentena obrigatória de sete dias em um hotel antes de iniciar seu itinerário de viagem.

A exigência faz parte de uma lista de novas diretrizes de segurança sanitária apresentada pelo governo nepalês. O objetivo é minimizar o risco de casos importados de coronavírus, disse o porta-voz do Ministério do Turismo, Kamal Prasad Bhattarai, ao serviço de notícias internacional EFE.

Certificados exigidos antes de chegar ao Nepal

Conforme publicado em primeira mão para o Brasil pela Revista Blog de Escalada, o Nepal autorizou o retorno de turistas a partir de 17 de outubro, desde que venham para a prática de atividades de montanhismo e excursões.

“A partir de agora, turistas que vierem para outros fins, como lazer ou peregrinação, não serão permitidos”, disse Bhattarai. A partir de agora, os viajantes devem obter os certificados antes de chegar ao Nepal por meio de órgãos diplomáticos no exterior, ao invés dos anteriormente emitidos na chegada ao país. Os certificados eram realizados no Aeroporto Internacional Kathmandu Tribhuvan.

Os vistos serão concedidos pelo Departamento de Imigração por recomendação de agências como o Departamento de Turismo e o Conselho de Turismo do Nepal, autarquias responsáveis ​​por autorizar excursões e licenças de escalada.

Teste de PCR obrigatório

Além dos certificados, os visitantes devem apresentar laudo de PCR negativo na entrada do país, realizado até 72 horas antes da viagem. Além disso, documentos de reserva de hotel antecipados por pelo menos sete dias e documentos de seguro médico com cobertura para COVID-19 de pelo menos US$ 5.000 por pessoa.

Depois de passar cinco dias na quarentena do hotel, os viajantes devem fazer outro teste PCR e, se o resultado do teste for negativo, poderão se dirigir aos seus respectivos destinos nas montanhas.

Se o viajante for positivo, deve ser colocado em quarentena no hotel até o próximo relatório negativo. Os praticantes de trekking e montanhistas devem contratar guias de viagem com reserva antecipada no valor de US$ 855, e seu acompanhamento é obrigatório para as atividades.

No entanto, Bhattarai indicou que os regulamentos podem ser modificados se o setor privado apresentar sugestões para facilitar o processo.

O Nepal registrou até agora 74.745 casos de coronavírus, dos quais 481 morreram.

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!