fbpx

Overeem conquista virada espetacular e nocauteia Harris no UFC Fight Night 172; Gadelha de Zé Colmeia vencem – Esportes


Encerrando a trinca de eventos em Jacksonville, na Flórida (EUA), o Ultimate realizou o UFC Fight Night 172 na noite deste sábado (16). Na luta principal, em uma reviravolta, Alistair Overeem venceu Walt Harris por nocaute técnico no segundo round, após quase ser nocauteado no primeiro assalto. A disputa foi no peso-pesado. O evento, assim como os dois primeiros que marcaram o retorno da franquia em meio à pandemia do novo coronavírus, foi com os portões fechados.

O Brasil teve a presença de três atletas no card e saiu com o saldo de duas vitórias. Cláudia Gadelha superou Angela Hill no co-main event, enquanto Rodrigo Zé Colmeia finalizou Don’Tale Mayes em sua estreia na organização. Edson Barbosa perdeu para Dan Ige por decisão dividida.

Overeem conquista virada espetacular

Com pouco mais de um minuto de luta, Walt Harris iniciou uma blitz para cima de Alistair Overeem e, por pouco, não conquistou o nocaute. O holandês se recuperou, derrubou o oponente e ficou por cima trabalhando alguns golpes. Para o segundo round, os dois lutadores pareciam desgastados, mas Overeem acertou um high kick que foi o começo do fim para o norte-americano. “The Demolition Man” pegou, novamente, as costas do adversário e conectou golpes até o árbitro Dan Miragliotta interromper o confronto, consolidando uma virada incrível na luta principal.

Overeem volta a vencer após ser derrotado por Jairzinho Rozenstruik. Harris, que subiu ao octógono pela primeira vez após a morte de sua enteada no fim de 2019, perdeu a invencibilidade de quatro lutas.

Gadelha emplaca segunda vitória

Após trocarem golpes no começo do embate, Cláudia Gadelha adotou a postura de grappling e derrubou Angela Hill. No chão, a brasileira desenvolveu o seu jogo e aplicou golpes. Já no segundo assalto, a norte-americano manteve o confronto em pé, teve um volume na trocação e ainda conseguiu um knockdown.

O terceiro assalto seguiu com Hill controlando o ritmo da luta. A americana manteve a distância e aplicou os golpes na brasileira. Claudinha respondia aos ataques e conseguiu se aproximar apenas no minuto final, mas não derrubou a adversária. Por decisão dividida, Gadelha ficou com a vitória e contabiliza o segundo triunfo seguido no peso-palha. “Overkill” perde a invencibilidade de três lutas.

Ige supera Barboza em luta agitada

Dan Ige começou melhor e mais agressivo a luta, mas Edson Barboza respondeu com um bom cruzado de direita. O norte-americano sofreu o knockdown e o brasileiro ainda trabalhou golpes no ground and pound. Na sequência, ambos ficaram trocando golpes. No começo do segundo assalto, Ige adotou a mesma postura de ir para cima e buscar a trocação franca. O lutador de Nova Friburgo procurou manter a distância e optou por low kicks. Já no fim, após sentir um golpe na linha de cintura, o americano tentou derrubar, mas Barboza mostrou uma boa defesa de queda, caiu por cima e aplicou alguns golpes.

Para o último round, os dois lutadores tiveram uma pequena queda no condicionamento físico. Edson mantinha a tática de contra-atacar e, assim, conectava golpes contundentes. No minuto final, Ige derrubou, mas não capitalizou com ataques incisivos. No fim, o norte-americano ficou com a vitória por decisão dividida e chegou a sexta vitória seguida no UFC. Já o brasileiro conheceu a terceira derrota seguida, sendo a primeira como peso-pena. Fãs questionaram o resultado final nas redes sociais.

Jotko e Yadong vencem no card principal

Krzysztof Jotko controlou o confronto, mostrou mais condicionamento físico e superou Eryk Anders por decisão unânime. O polonês soma a terceira vitória consecutiva. Após duas vitórias seguidas, o norte-americano volta a ser derrotado na franquia. Na abertura do card principal, Song Yadong e Marlon Vera fizeram um confronto animado durante 15 minutos. No fim, por decisão unânime, o chinês ficou com a vitória e gerou a reclamação de diversos atletas nas redes sociais. “The Terminator” chegou ao quinto triunfo seguido na organização, enquanto “Chito” tem uma sequência de cinco vitórias interrompidas.

Zé Colmeia finaliza em estreia no UFC

Estreante no UFC, Rodrigo Zé Colmeia impôs o jogo no primeiro round. Ele se movimentou, derrubou Don’Tale Mayes no single leg e ainda trabalhou alguns golpes no chão. Já no segundo round, o norte-americano foi para o clinch, mas em uma boa saída, o brasileiro voltou a derrubar, foi para as costas e encaixou o mata-leão para finalizar o oponente e ser manter invicto no MMA. Ainda no octógono, o oriundo do Contender Series disse que quer ir para academia jogar um pouco de Fortnite. Mayes, que estreou com vitória na organização, conhece o primeiro revés.

Outros destaques do card preliminar

Fechando o card preliminar, um grande combate marcado por viradas. Após quase ser nocauteado no primeiro round, Miguel Baeza se recuperou e nocauteou Matt Brown no segundo round com um cruzado de esquerda. Revelado pelo Contender Series, “Caramel Thunder” conhece a segunda vitória seguida na divisão dos meio-médios. O experiente “The Immortal” tem a sequência de duas vitórias interrompida. Em uma performance fulminante, Kevin Holland nocauteou Anthony Hernandez em apenas 39 segundos de luta. O atleta iniciou a série para acabar com a luta com uma joelhada, depois cotovelada e encerrou com mais alguns socos até o árbitro Michael Cardoso paralisar. O peso-médio se recupera dentro da franquia. “Fluffy”, por sua vez, conhece a segunda derrota em três lutas pelo Ultimate.

Giga Chikadze mostrou técnica na luta em pé, superou Irwin Rivera e chegou a terceira vitória seguida dentro do UFC. O mexicano, que aceitou substituir Mike Davies há dois dias do evento, debutou com derrota na organização. No entanto, sua categoria de origem é peso-galo. “The Beast” aceitou lutar na divisão dos penas. Em luta animada e ensanguentada, Nate Landwehr, com um jeito irreverente, derrotou Darren Elkins por decisão unânime. “The Train” conhece o primeiro triunfo na franquia. Já “The Damage” conhece a quarta derrota seguida e pode dar adeus ao Ultimate. Estreando no peso-mosca, Cortney Casey finalizou Mara Romero Borella com uma chave de braço ainda no primeiro round. A norte-americana se recupera após revés, enquanto a italiana fica ameaçada de demissão ao contabilizar a terceira derrota seguida.

CONFIRA OS RESULTADOS: 

UFC Fight Night 172
Jacksonville, na Flórida (EUA)

Sábado, 16 de maio de 2020

Card principal
Alistair Overeem derrotou Walt Harris por nocaute técnico no 2R
Cláudia Gadelha derrotou Angela Hill por decisão dividida dos jurados
Dan Ige derrotou Edson Barboza por decisão dividida dos jurados
Krzysztof Jotko derrotou Eryk Anders por decisão unânime dos jurados
Song Yadong derrotou Marlon Vera por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Miguel Baeza derrotou Matt Brown por nocaute técnico no 2R
Kevin Holland derrotou Anthony Hernandez por nocaute técnico no 1R
Giga Chikadze derrotou Irwin Rivera por decisão unânime dos jurados
Nate Landwehr derrotou Darren Elkins por decisão unânime dos jurados
Cortney Casey finalizou Mara Romero Borella com uma chave de braço no 1R
Rodrigo Zé Colmeia finalizou Don’Tale Mayes com um mata-leão no 1R

The post Overeem conquista virada espetacular e nocauteia Harris no UFC Fight Night 172; Gadelha de Zé Colmeia vencem appeared first on TATAME.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!