fbpx

Pai de Ayrton Senna, Milton da Silva morre aos 94 anos

Milton Guirado Theodoro da Silva, pai de Ayrton Senna, morreu aos 94 anos, de causas naturais, na quarta-feira, 27 de outubro, em São Paulo. Figura marcante e imprescindível na história do tricampeão, ele acompanhou toda a carreira do filho no automobilismo, desde o kart até a F1. Milton trabalhou por muitos anos no ramo de automóveis e criou a empresa metalúrgica Universal.

Carinhosamente conhecido pelo apelido de Miltão, ele era casado com Neyde Joanna Senna, mãe do piloto e, juntos, tiveram outros dois filhos, Viviane e Leonardo. A informação foi divulgada em uma publicação no perfil oficial do ex-piloto em uma rede social.

O aniversário de 30 anos do último título de Ayrton Senna na Fórmula 1, foi comemorando na última semana, que também acabou sendo o último de um piloto brasileiro na categoria da competição.

Veja +: Relembre feitos históricos de Ayrton Senna

Foto: Reprodução/ Instagram @oficialayrtonsenna

RESERVADO E APAIXONADO PELA FAMÍLIA

Milton da Silva dedicou boa parte de seu tempo e vida à carreira de Ayrton Senna. Ele acompanhou o filho de perto, desde os primeiros passos no kart até a trajetória do brasileiro na F1. Miltão dividia a atenção entre a carreira do ídolo brasileiro e a empresa metalúrgica que fundou.

Reservado, de jeito sério e fechado, o patriarca da família Silva tinha uma relação profunda com o filho que se tornou pública em raros momentos durante a carreira do piloto na Fórmula 1. Em um deles, ocorrido nos bastidores de Interlagos, logo depois da vitória heróica de Senna no GP do Brasil de 1991, quando exausto depois de guiar a McLaren com apenas a sexta marcha, Ayrton não se importou com as câmeras ao pedir um beijo ao pai.

HOMENAGEM ESPECIAL A AYRTON SENNA

No último mês de março, O Studio Universal preparou uma surpresa para os fãs e admiradores de Ayrton Senna. O canal exibiu durante toda a sua programação, o documentário “Senna: O Brasileiro, O Herói, O Campeão”. 

Lançado em 2010, o filme resgata bastidores da vida e da trajetória do piloto na Fórmula 1. Senna ganhou o campeonato mundial três vezes antes de morrer tragicamente aos 34 anos, no dia 1º de maio de 1994, em um acidente após colidir com uma mureta de proteção no Grande Prêmio de San Marino, em Ímola, na Itália. 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Apesar da gravidez, namoro de Olivia Munn não está bem
A Fazenda 13: Sthe Matos é a fazendeira da semana
Claudia Raia abusa da transparênccia em festa de Halloween
Deborah Albuquerque comemora contrato com a Record TV
Famosos prestigiam estreia carioca de Marighella

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais