fbpx

Palmeiras empata no fim e tira São Paulo da briga pelo título brasileiro – Esportes


Não foi o melhor dos clássicos. Mas emoção não faltou no Morumbi. Com um gol de Rony já nos acréscimos, o Palmeiras buscou o empate em 1 a 1 com o São Paulo, na noite desta sexta-feira (19). Luciano havia aberto o placar. O resultado tira o Tricolor da briga pelo título do Brasileirão.



Agora com 63 pontos, a equipe assumiu a 3ª posição, mas, com apenas dois jogos a serem disputados, não consegue mais alcançar o Inter, líder, com 69 pontos. O Alviverde, com 57, está em 7º, e como já está na próxima Libertadores, não tem mais grandes aspirações.


Os dois times voltam a atuar na próxima segunda-feira (22), pela 37ª e penúltima rodada do campeonato. Enquanto o Palmeiras recebe o Atlético-GO, o São Paulo visita o já rebaixado Botafogo.



1º tempo de dar sono

O primeiro tempo foi bastante truncado, com muito mais trombadas e faltas do que realmente chances de gol. Tanto é que com menos de 10 minutos, o atacante são-paulino Gonzalo Carneiro precisou ser substituído por uma pancada que levou. Pablo entrou em seu lugar.


ZOEIRA! Sem chances de título brasileiro, São Paulo vira alvo de memes


O lance de maior emoção no início foi um possível pênalti de Bruno Alves em Luiz Adriano, aos 15. O árbitro Leandro Viaden até parou o jogo, mas para atendimento médico ao atacante do Palmeiras, antes de mandar o duelo seguir.



Outro bom momento do Alviverde foi aos 22. Patrick de Paula trabalhou como pivô e ajeitou para Willian. O atacante furou na hora de finalizar.


O São Paulo só foi levar algum perigo nos acréscimos. Após cruzamento de Juanfran, Igor Gomes dominou e bateu forte. A bola passou perto do gol.


Jogo fica mais aberto

O panorama não mudou muito na volta para a segunda etapa, mas as equipes ao menos encontravam mais espaços. A primeira grande chance foi palmeirense. Após cobrança de escanteio, Luan desviou e a bola sobrou livre com Felipe Melo. O volante bateu fraco, ficando fácil para a defesa de Tiago Volpi.


No lance seguinte, foi o São Paulo quem ameaçou. Após erro de Willian, Tchê Tchê avançou e, ao invés de tocar para Daniel Alves, sozinho, tentou a finalização, que foi para fora.


Artilheiro resolve

Tudo seguia na mesma, até os 21 minutos, quando Igor Gomes saiu para a entrada de Toró. E logo no primeiro lance do atacante, ele cruzou para a área. A bola bateu no braço de Mayke e, após utilizar o VAR, o árbitro marcou o pênalti.


Na cobrança, Luciano mostrou muita categoria, acertando a bola no ângulo. Esse foi o 17º gol do atacante são-paulino no campeonato, artilheiro ao lado de Marinho, Claudinho e Thiago Galhardo.


Chances dos dois lados

O 1 a 0 deixou o duelo mais aberto. No lance seguinte, Raphael Veiga arriscou de longe, a bola desviou e por pouco não foi para o gol.


Aos 36, Luciano teve a chance de definir a vitória. Ele saiu na frente de Weverton, mas chutou sobre o goleiro.


No minuto seguinte, foi a vez de Rony ter uma chance clara. Enquanto a zaga do Tricolor parou, pedindo impedimento, o atacante avançou e, na hora de tentar driblar Volpi, perdeu a bola. No rebote, Breno Lopes chutou para fora.


Empate no fim

E quando parecia que a vitória seria do São Paulo, o Palmeiras conseguiu o empate. Aos 47, Rony dribrou Juanfran e arriscou. A bola desviou em Luan e morreu dentro do gol. Final de jogo com tudo igual no clássico!


SÃO PAULO 1 X 1 PALMEIRAS


Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data e Horário: 19 de fevereiro de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Gols: 1-0 Luciano (28’2ºT), 1-1 Rony (47’2ºT)
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Daniel Alves (São Paulo), Gustavo Gómez (Palmeiras)
SÃO PAULO: Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê e Igor Gomes (Toró, aos 22’2ºT); Luciano (Hernanes, aos 44’2ºT e Carneiro (Pablo, aos 08’1ºT). Técnico: Marcos Vizolli.
PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gómez e Viña; Patrick de Paula (Gustavo Scarpa, aos 37’2ºT), Felipe Melo e Raphael Veiga (Lucas Lima, aos 37’2ºT); Rony, Willian (Breno Lopes, aos 15’2ºT) e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.


Mbappé tem sua ‘versão desenho’. Veja sósias dos jogadores


Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais