fbpx

Pandemia: os pais devem tomar parte da papel dos professores ?

Como já previsto, o coronavírus afetou até o segmento escolar, professores e alunos agora tem o meio tecnológico como ponte de relacionamento, sendo esta, a única forma de fazer cobranças, ou melhor dizendo, as possíveis cobranças, e mesmo que fossem muitas, será que esse trabalho sendo feito dessa maneira garante o bom desempenho do aluno em termos de responsabilidade? Com isso surge outra pergunta: e os pais ? Onde entram nessa história?

Os professores sempre têm maior participação na vida acadêmica dos alunos, já os pais participam de forma mais sutil, cobrando uma atividade ou outra, e eventualmente cobrando mais responsabilidades deles.Porém, em virtude da novas adaptações que a pandemia trouxe, a função dos professores e dos pais estão precisando se inverter, ou seja, os pais estão passando a manter mais contato com seus filhos, acompanhando o processo de aprendizagem e  cobrando responsabilidade (ou pelo menos deveriam), tendo em vista que os alunos estão passando o dia todo em casa em decorrência da suspensão das aulas presenciais. Diante dessa nova realidade, faz-se necessário se atentar a pontos importantes como:

Ilusão de que os filhos mais ”grandinhos” não precisam dessa atenção toda

Claro que os pais que tem crianças entre 3 a 11 anos, têm plena consciência de que é necessário se desdobrar em dois para ajudar seus filhos com os estudos e ao mesmo tempo cuidar de seus afazeres profissionais ou domésticos, mas os que têm filhos maiores não estão plenamente conscientes disso, pois acham que por não serem crianças eles vão conseguir dar conta de si mesmos, que vão conseguir estudar normalmente e cumprir com seus deveres escolares, mas a verdade é essa: eles tinham a autoridade dos professores como referência para serem constantemente cobrados e lembrados de suas responsabilidades, e como o contato entre professor e aluno foi reduzido, a maioria dos estudantes terão a tendência de esquecer mais ainda aqueles trabalhos que já eram entregues com atrasos, aquelas atividades que eram entregues faltando uma questão ou outra, enfim, se seu filho não era tão disciplinado antes, tão pouco será agora.Portanto, o papel antes desempenhado pelo professor deverá ser temporariamente ocupado por você, tendo filho pequeno ou não, e isso vale mesmo também para o pais que tem filhos disciplinados, pois a possibilidade deles perderem o ritmo de estudo agora que ele precisa ser mais independente do professor, é grande, e você vai ver o porque agora:

Seus filhos estão pisando em terreno desconhecido

Independente da idade do seu filho, independente se ele sempre foi o aluno nota 10 da classe, o fato é que todos alunos precisaram mudar de “habitat”, ou seja, eles estão pisando em um terreno novo, estão vivenciando novas rotinas e novos hábitos, e é justamente por causa disso, os pais precisam dar mais atenção à vida escolar deles para ajudá-los a se adaptar a esse novo formato de ensino fiscalizando mais do que fiscalizavam e cobrando mais do que cobravam, pois geralmente as pessoas costumam procrastinar afazeres que são novidades na rotina diária, e nesse caso, a mudança foi brusca: as aulas eram com professores presentes, com outros alunos em sala, com um ambiente propício para o estudo e para manter a concentração, mas agora os professores estão distantes, seus filhos estão longe de colegas, e o ambiente de estudo é a sua casa. Lembra quando suas férias acabaram e você entrou num ano em que precisava estudar para um vestibular de forma independente e você só começou a estudar de verdade um, dois meses depois? Pois é, isso provavelmente aconteceu com você, mas se não aconteceu, saiba que geralmente esse é o comportamento de pessoas que começaram a enfrentar novos hábitos, portanto, é necessário sim que você se atente mais aos estudos dos seus filhos, independente se são crianças ou adolescentes,se eram bons alunos ou não, pelo menos nesse início de quarentena em que eles estão iniciando o processo de adaptação.

Infelizmente, alguns pais que leram esse artigo já sabem que seus filhos não estão tendo um bom rendimento ou ficaram mais indisciplinados ainda, em virtude da modalidade ead, e mesmo assim não estão se atentando à educação deles, o que por parte é compreensível se formos levar em consideração os problemas das outras áreas da nossa vida que também foram afetadas, como a financeira e a emocional, mas para que posteriormente a área acadêmica do seus filho não venha entrar para sua lista de preocupações, tente entregar pelo menos o mínimo de você para ajudá-los a engatinhar nesse início, para gradualmente, seu filho consiga caminhar com as próprias pernas!

 

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!